A INTELIGÊNCIA DOS CACHORROS


Cachorros são realmente animais muito inteligentes, capazes de aprender por associação e com grande memória, podendo lembrar de diversos truques e situações por muito tempo. A inteligência dos cães permitiu que fossem e ainda sejam treinados para as mais diversas funções, desde de regras de higiene básicas, pequenos truques, até as grandes demonstrações de compreensão e inteligência que podemos ver em cães-guia e cães de pastoreio entre outros.
Algumas pessoas pensam que, por serem tão espertos, os cachorros vão entender tudo sozinhos, que eles ” já nascem treinados”. Obviamente isto nao acontece e em muitos casos é um fator de decepção do dono despreparado com o cão. Todos os cães, independentemente da raça precisam ser ensinados pelo dono para aprenderem as regras da casa ou usarão sua inteligência para “descobrir como destampar a lata de lixo”, “aprender como fugir de cercados” ou “como abrir portas” entre outras demonstrações de inteligência que normalmente incomodam os donos. Desde cedo é preciso mostrar ao filhote o que ele pode e não pode fazer, e nunca abrir excessões. Cães não entendem a linguagem humana, se você disser: “só dessa vez” por mais esperto que seja ele não vai entender que não deve subir no sofá de novo, mas quase com certeza será esperto o suficiente para perceber que se insistir pode conseguir novamente.Alguns cães são tão espertos que “adestram” seus donos ao invés de serem adestrados por eles. Quando um cachorro chora pedindo comida e nós atendemos ao pedido estamos fazendo a vontade do cachorro, ou seja, o cão ensinou o dono a dar o petisco sempre que ele pedir, alguns cães “ensinam” seus donos a fazerem carinho quando latem e não é incomum ouvir donos reclamarem que só conseguem fazer o cachorro parar de latir fazendo carinho. Todos estes comportamentos começam aos poucos e podem ser evitados com uma educação adequada. Se o futuro dono de um cachorro tiver em mente que deve adestrar seu cachorro e não “ser adestrado por ele” a convivência entre os dois será bem melhor.
A inteligência individual do cachorro entretanto depende de vários fatores, como o ambiente onde vive e a quantidade de estímulos que recebe, mas também depende da raça. Um dos maiores estudiosos do assunto é o Dr. Stanley Coren que publicou um livro sobre o tema em 1994. Seu livro ” A inteligência canina” contém um ranking de inteligência que enumera diversas raças de cães de 1 a 79 de acordo com sua inteligência. Contudo, nem mesmo o Dr. Stanley Coren com sua extensa pesquisa envolvendo criadores e adestradores conseguiu agradar a todos. Muitos donos de cães de raças consideradas menos inteligentes pelo livro argumentaram que seu cachorro era muito mais inteligente que o cão do vizinho, de uma raça teoricamente mais esperta.
A verdade é que o ranking de inteligência canina do Dr. Coren deve ser entendido mais como um ranking de adestrabilidade que como um ranking de inteligência proriamente dito. As raças que ocupam as primeiras colocações são aquelas que respondem bem a treinamentos e memorizam comandos mais rapidamente, ou seja, possuem um tipo de inteligência mais adaptado à convivência com humanos, um desejo de agradar seus donos mais evidente e um poder de concentração maior. Outras raças, presentes nas últimas colocações do ranking não respondem bem a treinamentos e não gostam de treinos de repetição, não por serem mais “burras” mas, aparentemente por terem menos paciência e se distraem facilmente com o ambiente. Em geral cães de raças originalmente de caça costumam se distrair facilmente pois o menor movimento no ambiente pode chamar sua atenção como uma possível presa.
Apesar de tudo, o ranking continua sendo a melhor referência para futuros donos se informarem. Donos que desejem que seus cães sejam obedientes e bem treinados não deverão escolher uma raça como o borzoi ou o Buldog inglês, ou, caso escolham, devem estar conscientes que terão bastante trabalho.

Segue a lista do ranking de inteligência:
Primeiro lugar: 1ºBorder Collie

01. Border Collie
02. Poodle
03. Pastor Alemão
04. Golden Retriever
05. Dobermann
06. Pastor de Shetland
07. Retriever do Labrador
08. Papillon
09. Rottweiler
10. Australian Cattle Dog
11. Premboke Welsh Corgi
12. Schnauzer miniatura
13. Springer Spaniel Inglês
14. Pastor Belga (Tervuren)
15. Schipperke / Pastor Belga
16. Collie Keeshond
17. Pointer Alemão de pelo curto
18. Retriever de pelo liso / Cocker Spaniel Inglês / Schnauzer mediano
19. Spaniel Bretão
20. Cocker Spaniel Americano
21. Weimaraner
22. Pastor Belga (Malinois) / montanhês de Berna
23. Pomerânia (Lulu)
24. Spaniel de Água Irlandês
25. Vizsla
26. Welsh Cardigan Corgi
27. Chesapeake Bay retriever / Puli / Yorkshire Terrier
28. Schnauzer Gigante / Cão de Água Português
29. Airedale / Bouvier de Flanders
30. Border Terrier / Briard
31. Welsh Springer Spaniel
32. Manchester Terier
33. Samoieda
34. Spaniel de campo / Terra Nova / Terrier Australiano / American staffordshire Terrier / Setter Gordon / Berdead Collie
35. Cairn Terrier / Kerry Blue Terrier / Setter Irlandês
36. Elkhound Norueguês
37. Affenpincher / Silky Terrier / Pinscher miniatura / Setter Inglês / Cão do Faraó / Spaniel de Clumber
38. Terrier de Norwich
39. Dálmata
40. Fox Terrier de pelo suave / Terrier de Bedlington
41. Curly-coated Retriever / Irish Wolfhound
42. Kuvasz
43. Saluki / Spitz Finlandês / Pointer
44. Cavalier King Charles Spaniel / Pointer Alemão de pelo duro / Black-and-tan Coonhound / Spaniel Americano de Água
45. Husky Siberiano / Bichón Frisé / English Toy Spaniel
46. Tibetan Spaniel / Foxhound Inglês / Foxhound Americano / Otterhound / Greyhound / Galdo Grifón de pelo duro
47. West Highland white terrier / Deerhound Escocês
48. Boxer / Dogue Alemão
49. Dachshund ou Teckel / Staffordshire Bull Terrier
50. Malamute
51. Whippet / Shar-Pei / Fox Terrier de pelo duro
52. Rhodesian Ridgeback
53. Caçador de Ibiza / Welsh Terrier / Irish Terrier
54. Boston Terrier /Akita
55. Skye Terrier
56. Norfolk Terrier / Sealhyam Terrier
57. Pug
58. Bulldog Francês
59. Grifón de Bruxelas / Maltês
60. Galgo Italiano
61. sem pelo Chinês
62. Dandie Dinmont terrier /Vendeen / Terrier Tibetano Chin Japonês / Lakeland Terrier
63. Old English Sheepdog (Bobtail)
64. Grande Pirineos
65. Scottish Terrier / São Bernardo
66. Bullterrier
67. Chihuahua
68. Lhasa Apso
69. Bullmastiff
70. Shih Tzu
71. Basset Hound
72. Mastiff / Beagle
73. Pequinês
74. Bloodhound
75. Borzoi
76. Chow Chow
77. Bulldog Inglês
78. Basenji
79. Afgan Hound

De 1 a 10: As 10 raças com a inteligência funcional e de obediência mais alta. Menos de cinco exercícios para entender ordens novas. Capacidade de recordar sem necessidade de praticar os exercícios repetidamente. Respondem a primeira ordem em 95 % das vezes no mínimo. Tem uma rápida resposta quando a uma certa distância. Aprendem corretamente sendo adestrados por treinadores relativamente inexperientes.

De 11 a 26: Cães de trabalho excelentes. É necessário de 5 a 15 repetições de cada exercício,
para a aprendizagem de cada ordem. Lembram com facilidade, porém melhoram com a prática. Respondem a primeira ordem em 85 % das vezes. Para ordens mais complexas, necessitam de mais tempo. Possivelmente a uma certa distância do dono, demoram um pouco para responder. praticamente todos os treinadores podem obter bons resultados com eles.

De 27 a 39: Cães de trabalho com um nível superior à média. Necessitam entre 15 a 30 repetições para aprender um exercício. Práticas adicionais de cada exercício nas primeiras fases do aprendizado o faz melhorar. Uma vez aprendida uma ordem, normalmente a guarda. Respondem a primeira ordem, em 70 % ou mais das vezes. O comportamento é parecido dos cães do grupo anterior, porém com uma certa insegurança e demora na resposta. Se o dono estiver muito distante, o cão não reagirá a sua ordem. Um treinamento inconseqüente, de qualidade baixa ou com demasiada severidade e impaciência não trará bons resultados.

De 40 a 54: Corresponde a pontuação média da inteligência funcional e de obediência. Necessitam de 25 a 40 repetições para compreender bem um exercício. As práticas adicionais ajudam na fase inicial da aprendizagem. Se não repetirem os exercícios com freqüência, eles se lembrarão das ordens com dificuldade. Respondem a primeira chamada, em 50 % das vezes e a eficácia depende muito do tempo, da prática e da repetição dos exercícios. A rapidez de resposta é mais lenta. A uma distância maior, a resposta do cão será mais ou menos consistente. Necessitam de um adestrador experto e com muita paciência.

De 55 a 69: Nível mínimo de inteligência funcional. Necessitam de 40 a 80 repetições para obter um rendimento aceitável (às vezes, até com 25 repetições, eles não mostram sinais da compreensão). Necessitam muitas repetições para manter um nível aceitável. Respondem à primeira ordem, em 30 % das vezes. Trabalham melhor se o dono estiver perto deles. Estes cães parecem distraídos a maior parte do tempo e só respondem se desejam. Se a distância entre o cão e o dono for grande não haverá nenhuma resposta. Não são raças aconselháveis para pessoas inexperientes com cães. Um adestrador com muita experiência, tempo, firmeza e afeição podem obter um rendimento bom com eles.

De 70 a 79: São as raças com inteligência funcional e obediência mais baixa. Na aprendizagem inicial necessitam de 30 ou 40 repetições para mostrar sintomas da compreensão da ordem. É freqüente que sejam necessárias 100 repetições de um exercício, para darem um resultado confiável. Sua resposta é lenta e desigual. Finalizado a aprendizagem, é necessário que se faça repetições freqüentes, se não os resultados serão perdidos, como se não tivessem aprendido nunca nenhum exercício. Alguns descrevem estas raças como " impossíveis de adestrar". A reação à primeira ordem é de menos de 25 % das vezes. Às vezes dão as costas a seus donos, ignorando sua ordem e desafiando sua autoridade. A resposta as ordens são inseguras e lentas, às vezes ao infortúnio. Podem frustrar um adestrador mediamente experiente, e fazer duvidar de suas aptidões.

Fonte: ferrari adestramento