Dicas de emergências

Primeiros socorros para shih tzu - Diante de qualquer uma dessas situações, é necessário manter a calma e procurar imediatamente um atendimento médico veterinário. Sempre que possível, faça um contato via telefone com o Médico Veterinário, a fim de ter algumas dicas para encaminhar, de modo seguro, o paciente ao centro veterinário. A primeira providência é manter-se calmo e evitar que o shih tzu se machuque mais ou mesmo que acabe ferindo outra pessoa em decorrência da dor. É muito importante não medicar o shih tzu ou oferecer comida, e sim procurar o veterinário com urgência.

Lembre-se de sempre manter mais de um número de plantão veterinário à mão, pois esse tipo de situação é sempre grave e representa riscos de morte para os shih tzu.

Confira algumas dicas de emergências

  

Diversas situações podem acontecer diante do tutor de um shih tzu. As principais emergências veterinárias enfrentadas são quedas, brigas, atropelamentos, hipertermias, intoxicações, picadas de cobra ou aranhas, reações alérgicas/anafiláticas e/ou agravamento de doenças pré-existentes etc.

Quedas, brigas ou atropelamentos


Caso seu shih tzu tenha sofrido uma queda, briga ou atropelamento, é possível que ele esteja politraumatizado, com hemorragias internas e/ou dificuldade respiratória. Nestes casos, o transporte ideal até o centro veterinário pode ser com uso de uma manta/toalha, deitando-o de lado sobre ela com o propósito de levantar as quatro pontas do tecido, evitando, assim, perigosas reações e trações nos membros.

É importante lembrar que nesses casos o shih tzu pode se tornar agressivo devido à dor do trauma, sendo importante manipulá-lo com cuidado. Caso tenha alguma hemorragia visível, use bandagens compressivas no local. No caso de convulsões, proceda com o transporte da mesma forma.

As hipertermias


Sih tzu com hipertermia, ou seja, aumento da temperatura corpórea do shih tzu ocorrem, com grande frequência, devido à exposição ao calor excessivo, como insolações, ambientes quentes e fechados, transportes e principalmente em raças braquicefálicas – as de focinho achatado – que anatomicamente já apresentam dificuldade respiratória. Nesses casos, o animal torna-se muito ofegante, agoniado, em posição com o pescoço esticado para conseguir ventilar melhor. É importante tentar resfriá-lo.

Para isso, podem-se colocar compressas frias sobre o corpo ou banhar o paciente em água fria e encaminhá-lo diretamente ao atendimento.

Diarreias e vômitos



Shih tzu com diarreias e os vômitos são sintomas de uma grande variedade de doenças, inclusive graves e provocar a desidratação do shih tzu. Estes sintomas devem ser analisados atentamente pelos profissionais de emergência, a fim de que sejam realizados o diagnóstico e tratamento corretos.

Intoxicações

   

As intoxicações de um shih tzu podem ser acidentais ou intencionais. Venenos utilizados para matar ratos, baratas ou formigas causam de leves até severas intoxicações quando em contato com a pele ou ingeridos. Geralmente os animais apresentam salivação, mal-estar, vômitos e/ou diarreias, tremores e até convulsões. Evite dar leite para o shih tzu ingerir, ele não irá evitar a absorção do veneno e pode provocar vômitos forçados.

Busque levar o paciente imediatamente ao Médico Veterinário, tentando sempre identificar a origem da intoxicação. Se possível, leve amostras, como embalagens do veneno utilizado. É muito importante a identificação do agente para um tratamento mais específico.

Picadas de animais

   

Não muito frequentes, porém muito perigosas, os shih tzu também pode ser  picados por cobras ou aranhas, sofrendo reações anafiláticas agressivas que podem levá-los à morte. Da mesma forma que nas intoxicações por veneno, a identificação do agente/espécie também se torna importante a fim de um tratamento mais específico e assertivo.

Falta de ar

  

A falta de ar nos shih tzu é agravada pelo estresse e calor, que aumentam bastante a demanda de oxigênio no organismo. A dificuldade respiratória acaba em um ciclo de falta de ar – necessidade de oxigênio – estresse – falta de ar.

Para ajudar um shih tzu nesta situação, é fundamental que o dono mantenha a calma. Providencie ar fresco e gelado, mas não coloque o ventilador diretamente voltado para o shih tzu. Acalme e refresque o bichinho o máximo possível enquanto o leva para o veterinário.

Doenças pré-existentes

  

Shih tzu com doenças pré-existentes, mesmo que já estejam em tratamento como cardiopatas, nefropatas, hepatopatas, podem possuir quadro agravado, levando a possíveis descompensações. Havendo qualquer incidente, não tente dobrar a dose das medicações ou esperar demais: procure logo o atendimento emergencial para internação imediata e tentativa de estabilização do paciente.

Cuidados: Vale sempre lembrar que, em qualquer das emergências citadas, apenas o Médico Veterinário poderá avaliar a gravidade e instituir o tratamento mais adequado. Quanto antes você levar seu shih tzu ao atendimento emergencial, maiores serão as chances de recuperação.

Fonte do Texto: Caes e Gatos