SEU SHIH TZU SABE QUANDO VC ESTA TRISTE? ( veja)

Shih Tzu
Muitos donos de animais são consolados por seus peludos quando estão tristes. Mas estudiosos do comportamento canino concluíram que o vínculo emocional não se limita entre um cão e seu proprietário; cachorros reagem a qualquer pessoa que esteja chorando, mesmo que seja uma pessoa estranha. Esta nova pesquisa, sugere que nossos cães não reagem exclusivamente à nossa tristeza, os cães têm de fato, empatia para compreender de alguma forma quando as pessoas de maneira geral estão sofrendo.
Segundo o estudo publicado no periódico “Cognição Animal”, da Universidade de Londres, foi possível observar que os cães são mais inclinados a se aproximar de uma pessoa que está chorando do que de uma pessoa que está feliz, cantarolando ou falando. Isso ocorre, pois os cães geralmente relacionam o choro a um comportamento submisso. A pesquisa concluiu que os cachorros são capazes de compreender quando as pessoas estão tristes. Mas como os cientistas chegaram a esta conclusão?
Como os pesquisadores concluíram que seu cachorro sabe quando você está triste
Uma das responsáveis pelo projeto, a psicóloga Deborah Custance, explica que um zumbido ou algo como uma música cantarolada, foi projetado para um determinado número de cachorros, com o intuito de despertar a curiosidade dos cães. Enquanto o mesmo grupo de cães foi submetido ao mesmo tempo ao som de choro. Os cães foram capazes de diferenciar entre o choro e o zumbido, o que indica que a resposta dos cães ao choro, não foi puramente movida pela curiosidade. Ao contrário, o choro promoveu um evidente significado emocional para os cães, provocando uma resposta global mais forte do que qualquer um zumbido, fala ou música cantarolada.

shih tzu
Cachorros têm empatia por pessoas tristes
Se as abordagens dos cães durante a condição de choro foram motivadas por um comodismo auto orientado, eles seriam mais propensos a se aproximar da sua fonte habitual de conforto, ou seja, seu proprietário, em vez da pessoa estranha. No entanto, tal preferência não foi encontrada. Os cães se aproximaram de quem estava chorando, independentemente da sua identidade. Assim, eles provavelmente estavam respondendo a emoção da pessoa, e não as suas próprias necessidades, o que é sugestivo de um comportamento empático, ou seja, o cachorro estava tentando oferecer algum tipo de conforto para a pessoa que apresentava um comportamento triste.
Os cachorros foram domesticados por volta de 15.000 anos atrás, e muitos proprietários de cães em um determinado ponto de suas vidas, já receberam o conforto de seus amigos de quatro patas em um momento difícil. Os cães evidenciam sua inteligência demonstrando sua expertise para comunicação humana. Ultimamente os cientistas têm procurado demostrar de forma conclusiva, através de estudos sobre o comportamento canino e exames físicos, que os cães têm sentimentos, e que de fato, cachorros são capazes de entender o que falamos e o que sentimos.  Neste estudo em particular o objetivo dos pesquisadores foi definir que cães sentem empatia e realmente entendem quando as pessoas estão tristes.
Cachorros são capazes de reconhecer a tristeza e o sofrimento humano
Deborah Custance e sua colega Jennifer Mayer, recrutaram 18 cães de estimação e seus donos para descobrir se de fato os cachorros podiam reagir ao choro através de comportamentos que demonstrassem que estavam compreendendo o que as pessoas estão sentindo, buscando auxilia-las. Estre os cães participantes da pesquisa estavam presentes:
  • Vira-lata;
  • Labrador Retriever;
  • Golden Retriever e algumas outras raças comuns.
A experiência foi realizada nas salas de estar da casa dos cachorros. A pesquisadora Jennifer chegava na casa dos proprietários ignorando os cães, para que eles não tivessem interesse nela. Então, ela e o proprietário, se revesavam entre um falso choro e ficar cantarolando.
Cachorros reagem ao choro tentando confortar as pessoas.
Cachorros reagem ao choro tentando confortar as pessoas tristes
Dos 18 cães que participaram deste estudo, 15 se aproximaram de seu proprietário ou de Jennifer, durante os momentos em que eles estavam fingindo chorar, enquanto apenas 6 cães se aproximaram durante o momento em que eles estavam cantarolando. Portanto o comportamento dos cães nesta situação, sugere que a resposta dos cães possui realmente um contexto emocional de empatia e não de curiosidade, que fez com que os cachorros se aproximassem das pessoas supostamente tristes. Outro dado interessante levantado neste contexto é que os cães sempre se aproximaram das pessoas que estavam chorando, e não da pessoa que estava quieta, como se poderia esperar, se o cão estivesse buscando carinho. Portanto a conclusão, é que os cães estavam oferecendo conforto.
Os cães se aproximaram de quem estava chorando, independentemente de quem fosse. Assim, eles estavam respondendo a emoção da pessoa, e não as suas próprias necessidades, o que é sugestivo de um comportamento empático para oferecer conforto.
Dos 15 cães que abordavam seu proprietário chorando ou Jennifer chorando, 13 expressaram os mesmos gestos, demonstrando uma linguagem corporal submissa, como caudas dobradas, cabeças e corpos curvados para baixo e outros comportamentos consistentes com um comportamento tanto de compreensão do sentimento das pessoas, quanto com um nítida demonstração de consolar. Ainda assim, não foi possível provar de forma conclusiva o que os cães estavam pensando. Segundo os responsáveis pelo estudo, ainda é possível que os cães aprendem a se aproximar de pessoas chorando, porque seus proprietários costumam oferecer carinho quando os cachorros estão sofrendo.
Seu cachorro sabe quando você está triste
Nós, de maneira nenhuma podemos afirmar que este estudo fornece respostas definitivas para a questão da empatia dos cães


Fonte:www.blogdocachorro.com.br