Livrando seu amigo do mau hálito



 Se seu cão apresenta um constante mau hálito, não despreze este sintoma. Esta situação pode ser o início de uma situação passageira ou de uma instalação de uma doença periodontal, como por exemplo: animais que estão trocando os dentes, doença no aparelho digestivo ou, até mesmo, problemas na boca.
Você sabia que 80% dos cães podem apresentar problemas dentários ou na gengiva? A principal reclamação dos proprietários de cães que chegam até a Clínica, é o mal hálito. Neste caso, quem sofre é o cão, com falta de apetite ou dor. São as chamadas de doenças periodontais, variando de acordo com sua gravidade.
Estas doenças podem evoluir de uma discreta gengivite ou evoluírem debilitando as estruturas de sustentação e absorção óssea, que podem levar a perda dos dentes e, em casos raros, até uma infecção generalizada.


TIPO DE DOENÇAS:
a) TÁRTARO: Causado pelo acúmulo de restos de comida presos nos dentes; ocorre em animais que, além de comer a ração seca, comem petiscos.
b) GENGIVITE: Infecção da gengiva, causada pelo mesmo motivo. Observamos sangramento ou inchaço e, em algumas regiões da boca, o dente pode amolecer.
c) TUMORES: Apresentam-se na forma caroços na região da gengiva.
Sempre que seu animal apresentar um destes sintomas, leve-o ao Médico Veterinário para ser avaliado corretamente.
COMO PREVENIR SEU CÃO DESTAS DOENÇAS:
- Saber a hora de levá-lo para fazer a limpeza dentária;
- Escovação dos dentes;
- Oferecer-lhe rações específicas;
- Dar-lhe brinquedos que possuem a função de prevenir o cálculo dentário.
Por isto, leve seu cão regularmente ao Médico Veterinário, mas lembre-se, a prevenção sempre é o melhor remédio para as doenças periodontais.