Por que o cão sente ciúme?


O ciúme geralmente acontece quando os cães associam a presença de outras pessoas ou animais a sentimentos ruins, como ser ignorado ou isolado. Proteger objetos e humanos de outros bichos ou pessoas, apesar de ser um instinto natural e normal do cão, assim como de outros animais, algumas vezes, pode se tornar um comportamento obsessivo e possessivo. É nessa hora que a proteção se torna ciúme e o pet pode se tornar perigoso para outras pessoas.
É preciso que o cão entenda que não são todas as pessoas ou animais que representam perigo para o dono ou para ele. Ele precisa saber que pode, sim, proteger seu território contra estranhos e te defender de pessoas que estão prestes a te fazer mal, mas que, se algum familiar chegar próximo a você e te abraçar, você não corre perigo e que são situações completamente distintas.
O ciúme de outros animais também é muito comum, principalmente quando um segundo cão é levado para casa.
Muitas pessoas acreditam somente dar petiscos e carinho quando os cães estão separados já resolve a situação, mas é aí que muitos se enganam. Essa atitude fará com que o cão associe a presença do outro animal com a privação de carinho e agrados, e isso fará com que as brigas e disputas por atenção aumentem.
Como resolver esse problema?
O primeiro passo e o mais importante é estabelecer regras e limites para o pet, mas se lembre de sempre ser coerente. Com consistência e repetição, o pet entenderá que não cabe a ele decidir quem deve ou não se aproximar de você.
Sabendo que o ciúme é causado por sentimentos ruins relacionados a pessoas ou animais, é crucial que se reduzam os estímulos que levam a esse comportamento. Quando a pessoa que seu cão não gosta aparecer, procure brincar com o pet e fazer carinho nele, dar petiscos e atenção enquanto a pessoa estiver lá. Assim, o animal associará a presença dela a coisas boas.

Dicas
• A bronca deve vir, em todos os casos, diretamente da pessoa que está sendo protegida pelo cão, não pela que está sendo ameaçada, pois isso fará com que mais relações negativas sejam somadas àquela pessoa indesejada pelo cão e piorará a situação.
• Procure evitar que o cão associe seus amigos ou outros animais a coisas negativas. Não deixe de dar atenção ao cão quando tiver visitar ou quando outros animais se aproximarem de você.
• Recompense o cão quando ele se comportar como você deseja, como, por exemplo, quando não demonstrar agressividade. Mostre, de maneira positiva, o que você espera dele e assim, conseguirá resultados um pouco mais rápido.

Fonte: Livro Adestramento Inteligente, de Alexandre Rossi.
  Fonte: Cão Cidadão