Pesquisadores suecos afirmam que o contato com cachorros durante o primeiro ano de vida resulta na queda de 15% no risco de desenvolver asma na infância.

Conviver com cães traz muitos benefícios.
Um estudo realizado na Suécia revelou que a convivência com cachorros durante o primeiro ano de vida resulta na queda de 15% no risco de desenvolver asma durante a infância.
O resultado reforça a hipótese de que viver em ambientes muito limpos no começo da vida aumenta a suscetibilidade a alergias como a asma.

Nos Estados Unidos, um estudo realizado com ratos já havia revelado que o contato com a “poeira” dos cães nos primeiros anos de vida aumenta a quantidade de células imunológicas das crianças, resultando em uma proteção extra contra asma e outras alergias.
Agora, os pesquisadores suecos analisaram a saúde de mais de um milhão de crianças que nasceram entre 2001 e 2010. Isso foi possível porque a Suécia tem um sistema organizado de banco de dados, sendo que todas as consultas médicas e prescrições de remédios são registradas.
Além disso, todos animais precisam ser registrados também.
De acordo com a líder da pesquisa, a Dr. Tove Fall, estudos anteriores já haviam revelado que crescer em uma fazenda reduz o risco de desenvolver essa doença então o objetivo era descobrir se isso também acontecia com crianças que vivem com cachorros dentro de casa.

Ter um cachorro ajuda bebês e crianças a ter um sistema imunológico mais forte. (Foto: Reprodução / Bored Panda)
Ter um cachorro ajuda bebês e crianças a ter um sistema imunológico mais forte. (Foto: Reprodução / Bored Panda)

Fonte: Daily Mail UK