Por que meu cachorro não que comer ração (Veja as Dicas)

Quando um cão não está se alimentando direito ou a sua saúde está sendo prejudicada pela alimentação incorreta, a primeira coisa que devemos fazer é consultar o médico veterinário. Ele avaliará a necessidade de se fazer exames para investigar o que pode estar estragando o apetite do animal. Somente depois que ele descartar ou tratar eventuais problemas na saúde do seu cão é que devemos considerar a parte comportamental.
Um erro muito comum é deixar a ração sempre à disposição. Além de o alimento perder a qualidade, a ração não será um recurso tão valorizado pelo cão, afinal, ele a tem sempre que quiser. Dessa forma, também fica mais difícil saber qual é a quantidade exata ele está comendo por refeição e essa informação é muito importante para controlar o peso dele e, consequentemente, sua qualidade de vida. Por isso, defina com o médico veterinário a quantidade correta, a frequência e o tipo de ração, para criar uma rotina de alimentação correta.
Outro erro frequente é oferecer ao animal outros alimentos além da ração. Se, ao receber a ração, ele recusar e acabar ganhando, entre as refeições, alimentos nossos ou petiscos para cães, ele poderá ficar seletivo, pois sabe que não passará fome e, ao recusar a ração, mais tarde receberá alimentos mais interessantes.


O nosso comportamento durante as refeições dele também pode influenciar na aceitação da ração. Se ficarmos muito insistentes, ele pode se sentir desconfortável. Ou, se ficarmos dando muita atenção quando ele não come, o cão pode acabar sendo reforçado a não comer, por gostar de receber carinho. Deixe-o à vontade para comer, e dê atenção e elogios sempre após o término da refeição.
Algumas considerações finais:
> Mantenha o seu cão ativo no dia a dia: brincadeiras, brinquedos interativos para pegar comida e passeios são exemplos de atividades para estimular o apetite do seu bichinho.
> Você pode acrescentar algo à ração para aumentar o interesse do seu animal. Mas, lembre-se de que isso deve ser temporário, e você deve ir diminuindo a quantidade desse estimulante gradativamente, até ficar apenas a ração para ele comer.
> Além das rações, a alimentação natural é outra opção para alimentar o seu cão. Se tiver interesse, consulte o médico veterinário de sua confiança ou um nutrólogo veterinário, para oferecer uma dieta balanceada para o seu amiguinho peludo.
> Em regiões ou épocas mais quentes, é natural que o cão coma um pouco menos. É uma resposta do corpo para não prejudicar a digestão e ajuda



 Fonte:http://caocidadao.com.br/