Meu shih tzu sabe a hora que chego em casa?

Meu shih tzu sabe a hora que chego em casa! Sempre que chego em casa, meu shih tzu está na porta esperando! Antes mesmo de minha esposa chegar, meu cachorro já está na porta esperando ela chegar!”
 

E ai, isso é mito ou verdade? 


Ao final, você vai ver que a dica que eu passo é antiga, mas tem tudo a ver com a pesquisa deste texto.

Não estou aqui querendo dizer o que é certo ou errado, mas fato é que eles podem associar momentos (como o anoitecer, por exemplo), a própria audição (ouvindo o barulho do carro chegando em casa), mas de acordo com um teste exibido no programa globo repórter, o principal sentido do cão que pode fazer com que ele saiba quando seu dono irá chegar é o olfato!


Já sabemos que o olfato dos cães é muito mais apurado que o nosso e de acordo com essa pesquisa, eles verificaram que um cachorro que sempre esperava o dono chegar num determinado horário, era influenciado pela “quantidade” de cheiro do seu dono no ambiente.
 

O que isso quer dizer?


De acordo com esta pesquisa, após o dono sair da casa, o seu cheiro vai saindo do ambiente aos poucos… e quando chega num determinado nível, o cachorro percebe que quando chega naquele “nível de cheiro” o seu dono está prestes a voltar.


Isso é claro, no caso estudado, o dono tinha uma rotina sempre igual. Então para comprovar essa questão da quantidade de cheiro do dono, a mulher do homem saiu e encontrou com este dono e pegou a camisa que ele usava e levou pra casa


Ficou espalhando a camisa com o cheiro do dono por toda a casa, e ai, você sabe o que aconteceu? Pela primeira vez o cachorro não ficou esperando o dono chegar como sempre fazia. Interessante, não?

Como é que os shih tzu conseguem fazer isso?


Tudo se resume a um nariz que não é nada parecido com o nosso, cada narina pode ser controlada de maneira independente, o que permite que os cães detectem com precisão a direção de onde vem um determinado cheiro.

E o que se passa por dentro é ainda mais impressionante. Os cães dividem o fluxo de ar em duas correntes separadas – uma é a da respiração e a outra, dos cheiros. Por isso, eles conseguem fazer as duas coisas ao mesmo tempo. E isso significa que a mente de um cachorro compreende o mundo de maneira completamente diferente da nossa.

Agora, essa pesquisa reforça uma técnica que já é utilizada há muito tempo… quando for sair por mais tempo e deixar seu cachorro sozinho, deixe uma camisa que você tenha acabado de usar, junto com ele. De preferência, perto da caminha dele.
É claro você corre o risco de encontrar a sua camisa rasgada quando chegar… mas neste caso, use uma camisa velha.
Isso vai ajudar o seu cachorro a ficar menos ansioso, pois ficará mais tempo com o seu cheiro no ar!




Fonte do Texto: Dr. Alexandre Figueiredo