Conheça métodos para deixar o shih tzu sozinho em casa

As rotina atarefada exige, muitas vezes, que os shih tzu fiquem algumas horas sozinhos em casa. No entanto, não lhes chamamos animais domésticos apenas por nos fazerem companhia: eles também necessitam da nossa presença, atenção e afeto.

Antes de ter shih tzu, as pessoas não costumam dar muita importância a este assunto. Afinal, os shih tzu ficam em casa sozinhos quando os seus tutores vão trabalhar e não morrem por isso.

Mas quando começam a surgir coisas estragadas em casa, objetos partidos ou “necessidades” espalhadas pelo chão, o caso muda de figura. Punir o shih tzu só vai agravar a situação, acrescentar mais stress a toda essa situação que o shih tzu já tem acumulado por ficar sozinho.

O que o stress pode afetar a saúde do se shih tzu

 
O principal problema com as saídas de casa é que shih tzu não sabe se a nossa ausência é temporária. Fechar a porta de casa e sair para o trabalho é uma experiência normal para nós, mas pode ser muito estressante para os animais que ficam para trás.

O estresse e ansiedade podem desencadear uma série de comportamentos que naturalmente não desejamos que eles tenham, tais como latir incessantemente (possíveis problemas com vizinhança), “necessidades” em lugares indesejáveis, roer móveis, revirar lixo, lamberem-se incessantemente (provocando feridas), entre outros.

Provavelmente o shih tzu nunca vai apreciar a ideia de ficar sozinho, no entanto, com algumas dicas é possível reduzir significativamente o problema. Confira a baixo Conheça métodos para deixar o shih tzu sozinho em casa.

Habitue o shih tzu aos poucos



Se o shih tzu ainda não está habituado a ficar sozinho, é uma boa ideia começar a habituá-lo aos poucos. Experimente sair de casa por 5 minutos, voltar, sair por mais 15 ou 30 minutos, voltar de novo. Este pequeno treino ajuda o shih tzu a compreender que você sai, mas volta, e com isso reduzir a ansiedade.

Experimente também promover alguns períodos de silêncio e distanciamento durante o dia, para o shih tzu se habituar e perceber que não há nenhum mal nisso.

Não deixe o seu shih tzu associar isolamento a punição



Uma vez que o seu shih tzu ficará sozinho durante a sua ausência, ele não deve associar esse isolamento a algo mau ou punitivo. Pelo contrário. Ao associar o isolamento a coisas boas ou pelo menos a algo natural, ficará mais tranquilo.

Um bom passeio pela manhã


Um bom passeio com algum exercício pela manhã pode ajudar bastante. A energia gasta em uma caminhada ou em uma corrida já não será gasta em casa durante a sua ausência, provavelmente, ficará mais calmo.

Claro que a quantidade de exercício deve ser ponderada caso a caso: o shih tzu ainda é jovem ou nem por isso? Tem algum problema de saúde? Está muito calor? Tudo isto deverá ser tido em conta e em caso de dúvida o seu veterinário pode ajudar.

Desvalorize a despedida e o regresso



Não diga adeus quando sai, nem faça (ou deixe fazer) uma grande festa quando regressa. A separação e o reencontro devem ser hábitos normais, não um acontecimento. Se der muita atenção imediatamente antes de sair, o shih tzu pode associar essa atenção a algo mau (vai ficar sozinho).

De igual modo, se der muita atenção assim que chega, vai aumentar a ansiedade do shih tzu da próxima vez que sair, ansioso pelo seu regresso e pela atenção redobrada que recebe.

Deixe coisas para o seu shih tzu fazer



É comum ler relatos de tutores que chegaram em casa e viram algum objeto destruído, mas na verdade não deixaram nenhum brinquedo à disposição do shih tzu para distrai-lo. Coloque alguns brinquedos pela casa antes de sair (bolas, bonecos, ossos próprios para brincar), para que o shih tzu tenha algo que fazer durante as horas que estiver sozinho.

Pode inclusive esconder alguns brinquedos em lugares acessíveis para que o shih tzu os possa descobrir, mas que o obrigue a procurar primeiro, estimulando-o física e mentalmente.

Música, maestro!



Não precisa colocar a 9ª sinfonia de Beethoven para tocar em casa, mas uma simples televisão ligada, com o leve barulho de fundo dos programas, ajuda a combater a solidão. Escolha um canal ou um conjunto de programas calmos, como documentários da natureza ou, lá está, música clássica. Em alternativa, um simples rádio ligado é melhor do que nada.

Um sinal da sua presença, mesmo ausente



A ansiedade de separação do seu shih tzu será menor se tiver acesso a algo seu, com o seu cheiro — por exemplo uma peça de roupa que tenha usado recentemente.

Um companheiro



Dois shih tzu distraem-se melhor do que um shih tzu sozinho. Claro que a decisão de adicionar um novo shih tzu à sua família deve ter em conta muitos fatores para além da solidão, mas não deixa de ser uma ideia a ponderar.

Fale com o seu veterinário e questione se será uma boa ideia adicionar um novo shih tzu ao que já tem e o que deve procurar no novo companheiro (em termos de tamanho, gênero, energia ou temperamento).

A última coisa que queremos é acabar com uma situação de incompatibilidade, má para nós e também para os shih tzu.

Fonte: A Platéia