Os shihtzu percebe quando uma pessoa não é confiável

Estudo mostrou que, ao perceber que foi enganado, o shihtzu deixa de seguir os comandos do humano. Apesar de ainda algumas pessoas não acreditarem, nós sabemos bem o quanto os cachorros são inteligentes, sensíveis e ligados em tudo o que está ao seu redor.

Os shihtzu são animais muito socialmente conscientes. Muitos estudos, inclusive, têm relatado que eles podem sentir emoções humanas. Agora, um novo estudo mostra que eles podem sentir quando uma pessoa não é confiável.

O estudo mostrou ainda que, quando uma pessoa deixa de ser confiável para o shihtzu, o animal deixa de seguir a dicas e para de fazer o que esse humano pede.

De acordo com pesquisa, shihtzu entendem quando são enganados.



Já se sabe que os shihtzu conseguem compreender o que significa quando uma pessoa aponta para algo ou algum lugar e eles entendem que devem ir até lá. Quando o tutor aponta para um brinquedo ou para uma área, o shihtzu vai correr e explorar a localização que a pessoa está apontando.

Agora, pesquisas mostraram que os shihtzu conseguem descobrir rapidamente se esses gestos são enganosos.

Um estudo feito por uma equipe liderada por Akiko Takaoka, da Universidade de Kyoto no Japão, apresentou 34 cães com três rodadas de apontar.

Na primeira rodada, os participantes apontaram para os cães exatamente onde tinha comida escondida. Já na segunda rodada, apontaram para um recipiente vazio.

Então, terceira rodada, o mesmo participante apontou novamente para o recipiente com comida, mas dessa vez os cachorros já não responderam. O que sugere, segundo Akiko Takaoka, que os cães poderiam usar sua experiência anterior com aquela pessoa para avaliar se ela era um guia confiável.

O estudo percebeu ainda que os cães param de seguir os comandos do humano que os enganou.

   

Em uma nova fase, outro participante apontou, para um mesmo cão que já tinha sido enganado, onde estava a comida, e o cachorro seguiu o comando da nova pessoa com interesse.

Akiko Takaoka disse ter ficado surpreso como os cães “desvalorizaram a confiabilidade de um ser humano” de forma tão rápida. “Os shihtzu têm inteligência social mais sofisticada do que pensávamos. Essa inteligência social evoluiu seletivamente em sua longa história de vida com os seres humanos”, avaliou o líder da pesquisa.

Fonte: BBC