10 sinais que seu SHIH TZU não está feliz

Falar de comportamento animal é mais do que ensinar a resolver o xixi e coco no lugar certo. É mais do que minimizar o medo de trovão e fogos. É pensar sobre o bem estar dos SHIH-TZU. Algumas pessoas relacionam esse bem estar com demonstrações de afeto, estar bem alimentado e receber carinho. Mas qual é o ponto de felicidade de cada PET?

Se para o ser humano já é difícil falar sobre saúde mental, imagina em animais. É compreensível que um SHIH-TZU tenha um adestrador, mas se consultar com psicólogo ou psiquiatra pode beirar a frescura ou modismo, para alguns.

Pode não parecer, mas cães e gatos ficam estressados, depressivos e tristes. Muitas vezes, seus tutores só percebem quando o caso já se tornou crônico e mais complicado de resolver.

1) Mudança de comportamento


O principal sintoma de que as coisas não estão bem é alguma mudança do comportamento. Você pode não identificar o motivo, mas se ele costumava agir de uma forma e isso se altera, algo errado está ocorrendo.

2) Medo


A demonstração de medo, com orelhas baixas e corpo encolhido, ou mesmo tentar fugir de uma situação é sinal vermelho. O animal pode estar em sofrimento.

3) Agressividade


Os SHIH-TZU não devem ser agressivos sem motivo aparente. Tentar atacar alguém (animal ou humano) pode ser um sinal de que ele está sob forte estresse. “Ciumes” e defesa de território ou pessoa também não são motivos para agressividade.

4) Comportamento estranho frente a situações novas


Se uma visita chega e seu gato tem um comportamento inesperado, como salivar; ou se seu SHIH-TZU age de forma estranha, como correr atrás do próprio rabo quando vê uma mala de viagem, isso pode significar estresse ou ansiedade.

5) Ansiedade


SHIH-TZU que ficam extremamente agitados perante uma situação, mesmo que seja positiva, como a chegada do dono, passear ou comer, pode detonar sofrimento.

6) Prostração



SHIH-TZU ativos sapecas podem demonstrar que algo não está bem, quando não aceitam mais brincadeiras ou não querem passear.

7) Latido excessivo


Latir e miar não são as únicas formas de comunicação dos SHIH-TZU. Se seu peludo está vocalizando (falando) excessivamente, pode haver um problema por trás desse comportamento.

8) Problemas para dormir



Pode parecer estranho, mas animais também podem ter problemas para dormir e até trocar o dia pela noite. O sono é um fator bastante importante na hora de detectar um possível problema comportamental.

9) Energia excessiva


Algumas raças são mais agitadas que as outras e por isso devem ter mais atividades. Se seu SHIH-TZU está apresentando excesso de energia constante, sinal que algo deve ser revisto na rotina dele.

10) Alteração de peso


A obesidade não é um problema apenas em humanos. Animais também podem sofrer com isso. Se seu pequeno está engordando ou emagrecendo rapidamente, pode haver um problema clínico e comportamental associados.

Para qualquer um desses casos, leve seu animal ao veterinário. Ele poderá indicar um especialista em comportamento para entender melhor o que está acontecendo.

Para identificar o problema o quanto antes, é importante prestar atenção no comportamento e postura corporal do animal. A observação ainda é a forma mais eficaz de se comunicar e entender melhor os peludos que amamos.

Fonte do Texto: emais.estadao