Essa é a maneira Correta para cuidar de um SHIH TZU!

Como cuidar corretamente de um shih-tzu - Além dos cuidados básicos com alimentação, banho e consultas veterinárias, o tutor precisa ficar atento a pelagem, aptidão e características físicas do pet

Qualquer cãozinho, independentemente da raça, precisa tomar as vacinas polivalentes quando filhotes, tendo em vista que elas vão fortalecer o sistema imunológico contra diversas viroses.

O tutor também deve levar o animal para fazer visitas regulares ao veterinário, pelo menos, duas vezes ao ano ou sempre que for necessário.

Além disso, a higienização, a alimentação e os exercícios físicos devem ser colocados em prática de acordo com as necessidades do peludo.

Mesmo com todo este zelo, existem algumas raças que precisam de cuidados mais específicos, como é o caso do shih-tzu.

Principais cuidados com o shih-tzu



Além das preocupações anteriores, os tutores de cães desta raça ou pessoas que estão interessadas em criá-los precisam estar atentos a outros quesitos, como pelagem, aptidão física do shih-tzu e as características corporais do pet.

Pelagem

Os shih-tzu tem uma pelagem longa, por isso precisam de cuidados especiais. Além de banhos semanais e escovação diária dos pelos, é necessário manter o controle do tamanho da pelagem levando o animal para tosagem, principalmente quando o clima está quente.

Todas estas atitudes colaboram para deixar o pelo do pet livre de nós e até evitar machucados na pele. Também contribuem com manutenção do shih-tzu sem parasitas, como carrapatos e pulgas.

Aptidão física

Já quando os assuntos são exercícios físicos, caminhadas e brincadeiras, o shih-tzu não é o tipo de animal mais adequado. Isto porque, esta raça não possui condicionamento físico suficiente para suportar estas atividades por muito tempo.

Portanto, não precisam de muito espaço para brincar e também é um cão que necessita de poucas caminhadas durante a semana.

Características físicas do shih-tzu

Devido a alguns traços físicos, o shih-tzu acaba sendo um pet bastante sensível. Por exemplo, ele e outras raças contemplam um grupo chamado de animais braquicefálicos. Em outras palavras, pode-se dizer que ele possui a cabeça muito larga e o focinho achatado.

Esta última característica, entretanto, pode ser causadora de diversos problemas respiratórios no animal, tendo em vista que o caminho de aquecimento do ar é muito curto e ele acaba entrando nos pulmões sem ser aquecido e nem purificado.

Por esta mesma razão, a raça shih-tzu é propensa ao desenvolvimento de roncos e apneia. Além dos problemas respiratórios, o shih tzu também pode sofrer com infecções oculares, devido a exposição dos olhos aos pelos da face.

Como cuidar de um shih-tzu






Para evitar os problemas respiratórios, o tutor deve aquecer muito bem o shih-tzu em épocas frias e evitar a exposição do animal à temperaturas elevadas ou esforços físicos além dos limites corporais do pet.

Já com relação aos problemas oculares, estes podem ser evitados com a tosa dos pelos ou através do uso de presilhas no pelo do shih-tzu.