OLHOS DO SHIH TZU LACRIMEJANDO ( Sinal de alerta)

Conheça as doenças que podem estar por trás desses sintoma tão comum nos cachorros. SINTOMAS

Olhos vermelhos
 

Coceira

Secreção purulenta

Fotofobia (intolerância a ambientes claros)

 

CAUSAS

Poucos donos sabem que esse pode ser o primeiro sinal de que alguma coisa séria está acontecendo. O excesso de lágrima pode ocorrer em várias situações. Luciana Ricciardi e Fernanda Teixeira, da clínica Pet Oftalmovet (SP), destacam as principais causas: “Úlcera de córnea, uveíte (inflamação na úvea, parte do globo ocular), obstrução do canal lacrimal e processos alérgicos de forma geral costumam ser recorrentes.”


TRATAMENTO

Em todos os casos, o tratamento deve ser feito sob pedido de um profissional. Portanto, é indispensável levar o bicho a uma consulta com o médico veterinário. “Normalmente são receitados remédios anti-inflamatórios. Seja qual for o problema, a indicação é que o dono substitua o xampu comum por um neutro na hora de dar banho no pet. Essa troca colabora para que não haja ainda mais irritação nos olhos, evitando uma piora no quadro clínico”, apontam as médicas veterinárias.

O QUE DIZEM AS ESPECIALISTAS

“Os chamados braquicefálicos, ou seja, cachorros de focinho curto, tendem a sofrer mais com as lágrimas em excesso, como é o caso dos cães das raças Shih-Tzu, Pug e Lhasa Apso. Isso porque eles apresentam obstrução de canal lacrimal e, comoconsequência, têm uma drenagem inadequada da lágrima”, é o que afirmam as médicas veterinárias Luciana Ricciardi e Fernanda Teixeira, da Pet Oftalmovet (SP).

DICAS

Nunca utilize água boricada em um animal. Na hora de fazer compressa, prefira água filtrada gelada ou soro fisiológico.  Atenção ao uso do secador no cão! Quando apontado diretamente para os olhos, pode ferir e causar as lágrimas em excesso. Deixe o tubo de ar voltado apenas para a pelagem.

Ao perceber que os olhos estão avermelhados ou lacrimejando, leve o pet para o médico veterinário o quanto antes e não o medique sem ajuda de especialista. Para aliviar, compressas podem ser feitas duas vezes por dia, pela manhã e à noite, com auxílio de um chumaço de algodão.
 

Fonte do Texto: Revista meu pet