Shih Tzu Brasil Pular para o conteúdo principal

Postagens

Esse é o Motivo para Manter a Vacina do Seu Shih Tzu em dia

 Além da raiva, é importante proteger os cães e gatos todos os anos de doenças como a cinomose, parvovirose, giárdia e gripe. Agosto é tradicionalmente o mês da vacinação antirrábica. E a vacina é uma das melhores formas de prevenção e de cuidar da saúde do SEU SHIH TZU.  Além da raiva, é importante proteger os shih tzu todos os anos de doenças como a cinomose, parvovirose, giárdia e gripe. “A vacinação está atrelada à qualidade de vida. É muito melhor prevenir do que deixar que o shih tzu contraia uma doença, que pode levar a um tratamento, internação e até à morte”, afirma a veterinária Karina Mussolino, gerente técnica de clínicas da Petz.  A seguir, as orientações da Dra. Karina para garantir a proteção e a qualidade de vida dos pets. 1 – Promove o bem-estar A vacina mantém a integridade, o bem-estar e a saúde do shih tzu, garantindo uma vida longa e feliz. Além disso, é a primeira medida para que o filhote possa começar a visitar parques, passear na rua, ir a pet shop e conviver

CACHORROS TESTAM POSITIVO PARA A COVID-19 NO BRASIL PELA PRIMEIRA VEZ

 Dois cachorros foram diagnosticados e testaram positivo para a Covid-19, pela primeira vez no Brasil. Eles provavelmente pegaram o vírus de seus donos e agora pesquisadores estudam o caso dos animais para entender melhor como a doença, e principalmente sua transmissão, se comporta entre eles. A descoberta dos cães infectados foi feita por cientistas da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Os dois cachorros, um vira-lata e um buldogue francês, permanecem praticamente assintomáticos, apresentando apenas espirros. No entanto, os pesquisadores afirmam que não há motivo para pânico: cães e gatos possuem mais resistência ao vírus e não são considerados transmissores. Além dos humanos, hamsters e visons podem transmitir a doença entre si. Por possuírem uma resistência maior, é considerado que os cães não estejam com Covid-19, embora possuam o vírus em seu organismo. Eles devem ter adquirido os micróbios devido ao contato com seus tutores, que apresentaram sintomas e foram testados como pos

Bolinhos de carne envenenados matam três cachorros no Lago Sul

 Até agora, apenas um cachorro conseguiu sobreviver. Caso é investigado pela Polícia Civil Moradores do Lago Sul registraram ocorrência na 10ª Delegacia de Polícia (Lago Sul) depois que três cachorros da QL 24 morreram nos últimos meses.  Eles encontraram bolinhos de carne com veneno na porta de uma das casas e acreditam que a morte dos animais foi intencional. Até agora, só um cachorro sobreviveu à substância tóxica, a dobberman Kyra, no entanto ela ficou com limitações de movimento, como como se estivesse com as raízes nervosas comprometidas, informou uma das tutoras.  Os outros dois cachorros a morrer foram as shih-tzu, Channel e Lucie, filha e mãe, que morreram na mesma semana. Os animais mortos foram submetidos a necropsia, que confirmou a morte por envenenamento. Os bolinhos foram recolhidos em datas diferentes e, após registro de ocorrência, o material seguiu para perícia.  Segundo a advogada do Fórum Animal e vice-presidente da Comissão de Direito dos Animais da Ordem dos Advog

Recomendamos