Cachorro não que comer o que pode ser ?

O sintoma normalmente aparece com a relutância em ingerir líquidos, fazendo com que o animal entre em um quadro de desidratação rapidamente.

O tema mais ouvido e temido pelos tutores de cães é a famosa falta de apetite. Esse sintoma, quando acomete os cães, tem levado algumas pessoas a entrarem em desespero e levarem seus animais à clínica o mais rápido possível. Infelizmente, uma maioria ainda trata isso com indiferença deixando o pet em um quadro bem severo de desnutrição. É importante saber que esse sintoma normalmente aparece juntamente com a relutância em ingerir líquidos, fazendo com que o animal entre em um quadro de desidratação rapidamente.

O que muitas pessoas se perguntam é: Qual a causa para a falta de apetite? A falta de apetite é um sintoma que está presente na maioria das doenças dos cães. Diferentemente dos seres humanos, que mesmo adoentados ainda se forçam a comer, os cães, quando não estão se sentindo bem, não ingerem de jeito nenhum o alimento. Existe uma grande confusão por parte dos tutores entre anorexia e inapetência. A anorexia, é quando o animal não ingere nenhum tipo de alimento, apenas cheira e se afasta. Já a inapetência, é quando o animal diminui o consumo de alimento, ou seja, não consome a mesma quantidade de antes. É comum haver a inapetência, quando o animal consome a mesma ração durante muito tempo. Nesse caso trocar a ração pode ser uma boa opção.
Como dito anteriormente, a origem é multifatorial para a falta de apetite em cães. Na maioria dos casos é devido a doenças virais comuns em cães, como: Cinomose, Parvovirose, Coronavirose e etc. Outra doença que na sua fase inicial pode causar  falta de apetite é a Ehrlichiose (Doença do Carrapato). Outras moléstias levam o cão à ausência de apetite, tais como: Problemas gástricos, hepáticos, dentários e até mesmo intoxicação.
Nos animais que apresentam uma falta de apetite, normalmente são observados outros sinais clínicos. Na grande maioria, juntamente com a anorexia, vem a relutância da ingestão de líquidos. O vômito e a diarreia podem ser encontrados, porém, nesse caso é bem mais perigoso, já que ambos levam o animal rapidamente a um quadro de desidratação severo.
O ponto fundamental para que seja combatida a anorexia é descobrir a sua causa primária. O diagnóstico deve ser feito por um profissional para que seja efetuado o início do tratamento. O exame clínico do cão é indispensável, sendo necessário, muitas vezes, exames laboratoriais para um diagnóstico mais preciso.  É importante que o tutor não demore a levar o pet para uma clínica. Dependendo dos sintomas presentes no animal, em questão de horas o cão pode chegar a óbito.
A prevenção consiste primeiramente na vacinação do cão anualmente. Desse modo, alcança-se uma maior segurança contra as doenças virais mais comuns. A nutrição correta é um ponto bastante importante para um bom funcionamento dos órgãos internos. O checkup anual, ajuda ao animal ter uma excelente qualidade de vida. Cuide do seu animal, pois ele faria o mesmo por você.


Fonte:portaldodog.com.br