Como Treinar o SHIH TZU a Passear sem Coleira?

Dicas para Treinar o SHIH TZU a Passear sem Coleira - Quase tudo na vida é treino. Num trabalho novo, por exemplo, é preciso aprender e treinar para ser considerado um profissional competente. É também assim no esporte, na música, no teatro… Não é diferente com os SHIH TZU.

Para que seu SHIH TZU aprenda comandos e acostume-se com novos hábitos, é necessário muito treino e paciência do dono. Acostumá-lo sem coleira também é um exercício de aprendizado diário de dono e SHIH TZU. Veja nossas dicas para começar a passear com seu SHIH TZU sem coleira:

Dicas para Treinar o SHIH TZU sem Coleira



  1. E o primeiro passo é simples: leve-o para a rua, no início de coleira mesmo, para que se acostume os estímulos externos: carros, crianças, outros cachorros, enfim, o movimento todo de uma cidade.
  2. Também fundamental é a relação de confiança e a hierarquia. O SHIH TZU precisa entender que seu dono é o líder e está no comando. Caso contrário, seguirá o caminho que bem entender e não obedecerá as ordens. Para isso, mais uma vez a palavrinha mágica é treino. É uma prática diária de convivência, o que permite que um conheça bem o outro e a relação fique sólida e segura.
  3. Nessa fase inicial, em que o cachorro ainda está com a coleira, é importante não puxá-la para um lado ou outro. Dessa forma, ele entende que quando caminha ao lado do dono a coleira fica frouxa e não aperta como acontece quando ele fica distante. O comando AQUI deve ser usado quando ele se afastar. Ao compreendê-lo, o cachorro voltará para perto de você.
  4. O uso de petiscos também pode fazer parte desse período. Os petiscos, elogios ou o brinquedinho favorito funcionam como estímulo para que ele perceba os benefícios de caminhar a seu lado.
  5. Durante a caminhada, não é indicado segurar seu animal quando outro cachorro estiver por perto. Isso dá a dimensão de um grande acontecimento e pode gerar expectativa e preocupação. O correto é continuar a caminhada e, dessa forma, mostrar que passar por outro animal é normal, faz parte do dia a dia.
  6. Como é difícil saber o momento ideal para deixar o SHIH TZU sem a coleira, é aconselhável fazer testes para ver se o tão esperado momento chegou. Sem mudar o ritmo da caminhada, solte a guia e deixe que ela seja arrastada. Caso ele tente escapar correndo, pegue rapidamente a guia e chamar o SHIH TZU pelo nome de um jeito firme. Isso fará com que ele aprenda que é mesmo importante ficar a seu lado. Quando obedecer ao comando, é importante que ganhe elogios. Isso deve acontecer sempre.
  7. Além de tudo isso, é fundamental escolher lugares em que o SHIH TZU sem coleira é aceito. Sim, porque há pessoas que temem até mesmo os cães de raças mais mansas e preferem não correr o risco de passar perto de um deles sem a segurança do equipamento. Uma boa sugestão é procurar as praças e parques frequentados por outros cachorros.

Liderança

Parece óbvio, mas é preciso sempre reforçar: é você que leva seu SHIH TZU para passear e não o contrário. Estabelecida a relação de confiança e a rotina, os benefícios serão válidos para os dois. Para os SHIH TZU, é importante passear para desenvolver a socialização, aumentar o vínculo com o dono, fazer exercícios e, claro, sentir prazer. Para o proprietário também.

Além de todos os benefícios já listados, é ótimo para manter a forma e aumentar o círculo social. Amizades, namoros e até casamentos já surgiram tendo o SHIH TZU como uma espécie de “relações públicas”. Então, escolha os lugares ideais e bom passeio!

 https://goo.gl/scu3L6

Fonte: Tudum