Casal faz campanha para cirurgia de shih tzu com hidrocefalia

Petit sofre com um problema numa pata da frente e não consegue ficar em pé. O casal Carlos Henrique e Linéia Rocco, de Tambaú-SP, começou uma campanha na internet com o objetivo de arrecadar recursos que ajudem a pagar uma cirurgia numa das patas dianteiras da shih tzu Petit, de cinco meses.

A doença provocou uma má-formação na pata. Quando ela anda, um osso se desloca e não permite ficar completamente de pé.
Por meio de uma vaquinha online, o casal, que não têm, no momento, condições de arcar sozinho com o procedimento, pretende arrecadar R$ 4 mil, quantia necessária para custear parte da cirurgia.

Até a publicação desta matéria, o valor levantado era de R$ 330. Aos interessados em colaborar, basta clicar aqui.

Petit

A cachorrinha foi uma das cinco filhotes do cruzamento da Sarah, outra shih tzu do casal, com um cão da mesma raça que pertence ao vizinho.

Logo após o nascimento, Carlos e Linéia perceberam que Petit tinha o corpo mais frio que o dos irmãos e tinha dificuldades para mamar.



O diagnóstico da hidrocefalia, que provoca o acúmulo de líquidos no cérebro, prejudicando o desenvolvimento, foi feito por uma veterinária de Pirassununga, Mariney Di-Tanno Ramalho.

O tratamento da doença, que não é tão comum, é feito com gardenal, a vida toda, e anti-inflamatórios, quando necessários, para reduzir os efeitos da pressão na cabeça do animal.

Petit respondeu aos medicamentos. Ela se recupera bem, exceto pelo problema na pata, notado há poucos dias, cuja intervenção precisa ser feita com rapidez para evitar complicações.