Como escolher uma coleira para o seu shih tzu

Muitas pessoas acham que guia e coleira são a mesma coisa. Mas não. Coleira é a tira que vai ao redor do pescoço do animal, e guia é o conjunto da coleira, cordão ou corrente que servem para levar o cachorro passear. Mas você sabia que existem vários tipos de coleiras? Pois é, e cada uma tem uma função específica e feita para as diferentes raças e tamanhos.
Antes de comprar uma coleira para o seu cão, é necessário levar em conta três coisas muito importantes: raça, porte e idade. É necessário que o produto seja adequado, seguro e confortável para o animal. Por isso, o Almanaque Pet explicou cada tipo de coleira que existe no mercado e quais são as mais recomendadas e para quê. Confira:

Guias
    

As guias mais indicadas são as que são feitas de couro, algodão, corda ou náilon com um mosquetão giratório na ponta. O tamanho mais recomendado é 1,5 metro. Guias grossas e com metais são pesadas e desconfortáveis em um passeio maior. Guias finas são difíceis de segurar. Guias elásticas podem estimular o cão puxar mais. Leve em conta o comportamento do animal para escolher a ideal.

Veja Também... 
 filhote de cachorro está destruindo minha casa! Veja as dicas
 O Shih Tzu pode viver em apartamentos ou espaços pequenos?


Coleira
                           
A melhor coleira para passear com o seu cão é aquela que se ajusta no pescoço do animal. A largura deve ser compatível com o seu porte.


Headcollar
   
                                         
A vantagem dessa coleira é que não há necessidade de grande força física para conduzir o cão. É a melhor opção para cães de raças grandes. O headcollar envolve a cabeça e o focinho do cão, e isso faz com que a condução do cachorro seja mais fácil. Essa coleira é uma espécie de cabresto.


Peitoral
  
Pode ser uma boa opção, mas só para cães pequenos. O peitoral estimula o cachorro a puxar. Quanto mais o cachorro puxar, mais difícil será conduzir o animal.


Enforcador
     
O enforcador, como a palavra sugere, serve para apertar o pescoço do cão durante o passeio. Esse tipo de coleira costuma funcionar sempre, mas requer cuidado, pois se não utilizado corretamente pode ferir o animal. Além disso, na maioria das vezes, os enforcadores são usados sem orientação profissional: o cão se acostuma com o desconforto do enforcador e continua puxando a guia, sendo enforcado o passeio inteiro, apesar do sofrimento. Existem vários modelos de enforcadores no mercado, com elo de metal, de náilon e couro.


Enforcador ajustável com limitador
   
Ao contrário dos enforcadores comuns, esse tipo de enforcador pode ser ajustado para enforcar o cão até um determinado ponto. Além do limitador, o enforcamento ocorre em dois pontos diferentes do pescoço do cão, na parte de cima, reduzindo assim as chances de machucá-lo. Se você pretende usar um enforcador para passear com seu cão essa é uma opção bem mais segura.



Fonte do Texto:6patas