Como ajudar sua cadela na hora do parto

Hora do parto- Sua cadela esta na hora ter cria, todo cuidado e pouco, aqui você vai aprender a fazer o parto de sua cadela com toda segurança para garanti a vida dos filhote e da sua cadela também. Por isso tome muito cuidado todo parto é delicado. Aqui você vai saber como agir corretamente se deve ou não ajudar sua cachorra na hora do parto. Em primeiro lugar,é bom saber que a gravidez de uma cadela dura em torno de 60 dias.Durante as 6 primeiras semanas a futura mamãe deve continuar se exercitando como sempre.Depois,ela ira ficar preguiçosa e cansada.Um dia antes do parto pode até respirar com dificuldade e perder o apetite.Tudo isso é normal.Prepare o cantinho onde sua cadela dorme,e forrando-o com jornal.Faça isso com antecedência para que ela se acostume com a novidade.
  




A CRUZA

Geralmente ocorre entre o 10º e 14º dia do início do cio, durando até 3 dias, em algumas cadelas, quando não tem um macho próximo, só é possível saber o dia correto em que ela esta ovulando com exames de citologia vaginal e dosagem de progesterona.
E no caso de machos que não vivem sob o mesmo teto, o ideal é levar a fêmea até a casa do macho, deve-se deixa-los em um ambiente calmo, fresco e com água disponível.

Acompanhamento durante a gestação:


Na fase final da gestação é importante repetir a ultrassonografia, para avaliar a evolução do desenvolvimento dos filhotes. Nessa fase é possivel visualizar o desenvolvimento dos orgãos como rins,coração, intestino e calcificação dos ossos.
É importante saber se todos os fetos estão vivos, pois é comum ocorrer mortes durante a gestação, sendo um fator de risco para a mãe e pros outros filhotes!
Caso não consiga através do ultrassom identificar a quantidade de filhotes, nos últimos dias da gestação (entre 55 e 60 dias pós acasalamento) pode-se fazer uma radiografia (RaioX). Algumas vezes pode ser mais preciso que a ultra.

É importante durante toda a gestação manter cuidados de higiêne com a cadela. Os Banhos podem e devem ser mantidos, porém a partir da última semana de gestação devem ser evitados. Os passeios também devem ser mantidos, mas respeite os limites da fêmea.
Quando a cadela entrar em trabalho de parto, você notará que ela ficará mais agitada, começa a fazer “ninho” (o local que a fêmea escolhe pra ter os filhotes). A fêmea pode levantar e deitar várias vezes, lamber seus genitais e se tornar ofegante. Essa preparação pode durar até 12 horas. No caso dos sintomas perdurarem por mais de 24 horas, é aconselhável procurar o veterinário.

Leiam também...
É a fase que antecede a expulsão dos filhotes. A duração desse período é bastante variável, podendo durar até 24 horas após a constatação da queda na temperatura corpórea (em torno de 1 ºC).
Durante esse período, a fêmea normalmente deixa de se alimentar e se “aninha” no local escolhido para parir. Aos poucos, a freqüência e a intensidade das contrações uterinas aumentam e notamos que a cadela:


  • Fica muito inquieta;
  • Respira de maneira ofegante;
  • Apresenta um olhar apreensivo;
  • Elimina um ”tampão mucoso” pela vulva;
  • Observa e lambe a vulva constantemente;
  • Apresenta um inchaço e relaxamento da vulva
 
OBSERVAÇÃO: As alterações de comportamento e sua intensidade são muito variáveis entre as fêmeas, mesmo em gestações subseqüentes de uma mesma cadela!


Parto da Cadela – O que você vai precisa na hora do parto?


  • Toalha para secar os filhotes;
  • Fio dental esterilizado caso o cordão fique sangrando;
  • Tesoura;
  • Aspirador nasal de bebê;
  • Iodo para higienização do umbigo
  • Luvas ou garrafas pet cheias de água quente para aquecer o filhote;
  • Uma caixa com pano macio e quente para colocar os filhotes enquanto estiver nascendo outro.
  • Caixa de parto de tamanho suficiente para acomodar mãe e filhotes;
  • Lâmpada  ou lençol térmico para aquecê-los

HORA DO PARTO



Após a expulsão do filhote, a fêmea ingere o ânion (“bolsa d’água”) e ocordão umbilical, lambendo muito o filhote. Isso serve para desobstruir as narinas e estimular a respiração, auxiliando também na limpeza, secagem e aquecimento do recém-nascido.
Se a fêmea não fizer nada disso em alguns minutos, deve-se agir rápido para não perder o cãozinho: corte cuidadosamente a bolsa que o envolve com uma tesoura desinfetada previamente em álcool; amarre o cordão umbilical com fio dental a uma distância de 2 cm da barriga do recém-nascido e corte o cordão a 1cm acima do nó; limpe o local com uma solução anti-séptica.
Para finalizar, seque-o muito bem com uma toalha de algodão ou papel toalha a fim de aquecer e estimular sua respiração. Caso ele apresente dificuldade para chorar e respirar, segure-o firmemente (protegendo cabeça e pescoço) e balance-o algumas vezes de cabeça para baixo na tentativa de eliminar o excesso de líquidos que ele aspirou e/ou engoliu durante o nascimento.
O intervalo entre o nascimento dos filhotes é muito variável, sendo difícil definir quando existe problemas durante o parto. De um modo bastante simplista, contrações fortes e improdutivas por mais de 1 hora sugere sinais de um parto anormal e problemático (distócico).


O parto da cachorra termina quando acabam as contrações, mas se ainda houver filhotes se faz necessário um veterinário, em quadros de dores e sofrimento da cadela também se faz necessário porque provavelmente algo não esta bem.
A cadela terá corrimentos nos dias seguintes ao parto e pode seguir até um mês depois do parto, são restos de placenta. No entanto deve-se ter atenção, pois pode ocorrer uma infecção do útero nos dias ou semanas após o parto, especialmente se foi um parto difícil. É bom medir a temperatura retal após o parto pois temperaturas acima de 39ºC indicam febre e infecção. Que podem levar a cadela a morte.

 O filhote parece não respirar, o que faço?

 
Depois de retirada a placenta e cortado o cordão, o filhote não esta respirando.
Use o aspirador nasal para remover qualquer muco e líquidos do nariz, boca e garganta dos filhotes. Se não tiver um aspirador nasal, tente improvisar com um canudo para sugar algo que esteja interrompendo o ar.

A mãe lambe todos os bebês várias vezes ao dia, principalmente na região abdominal e nos genitais para estimulá-los a defecar e urinar. Por fim, ingere seus dejetos a fim de mantê-los sempre limpos.

Observe se a mãe esta apática e sem apetite, isto é emergência veterinária, o máximo que pode durar a falta de apetite após o parto é 24 horas, pois a placenta alimenta, após este período se a cadela não se alimentar, procure um veterinário. 

Aqui abaixo você vai encontrar um vídeo, falando sobre como realizar o parto de uma cadela.



Com essas dicas com certeza você manterá o filhote saudável até que se iniciem os cuidados com vermifugação, separação da mãe e vacinação do filhote. Mais sempre e bom consultar um veterinário antes do parto de sua cadela.

Se não estiver seguro em fazer os procedimentos acima, chame um veterinário urgentemente,  não deixe mãe e filhotes sem um acompanhamento, a vida deles esta em suas mãos.



IMPORTANTE: Mantenha o médico veterinário informado de tudo que está acontecendo durante o parto de uma cadela!


Fontes do Texto: Blog do cachorro e Planeta dos filhotes