Com esse calor nos brasileiros estamos sofrendo muito nos últimos temos. Mais não são só nos humanos, os cachorro sofrem muito com o calor, temos que ter muito cuidado com os cães em dias muito quentes. A varias maneiras de você diminuiu o calor que os cães passam ou pelo ao menos da uma refrescada neles,  para que seu cachorro não sofra muito com o calor e mão venha a sofrer uma Hipertermia. Abaixo tem um texto explicando como proteger seu cão do calor intenso do verão.

O Brasil está passando por um verão rigoroso e, se você está com calor, lembre-se de que seu cachorro de estimação também está sofrendo. Ele não está suando? Não, realmente os cães não suam, eles fazem as trocas de calor pela boca, ou seja, quando o seu cão está com a boca aberta e ofegante, ele está com calor e tentando aliviar isso, para que a temperatura do corpo seja mantida.
Com esse calor intenso o seu peludo precisa de ajuda e de cuidados especiais. Para começar, cães mais peludos, sempre que possível, devem ser tosados. O pelo é uma camada protetora que ajuda a aquecer o bichinho, mas no verão, você pode tosar e deixar bem baixinho. Além disso, ele precisa de um local no qual possa se abrigar do sol e, de preferência, de um bom ventilador ligado. Isso ajudará o peludo a suportar os dias mais quentes.


Se você mora em uma casa com quintal que tenha terra, não se assuste se vir o seu cachorro cavando um buraco embaixo da árvore e indo dormir nele. Ele é esperto! A areia mais funda e perto da árvore é mais úmida e fresquinha, por isso ele prepara esse cantinho para fugir do calor.
Água fresca é importante durante o ano todo, mas no verão é ainda mais imprescindível. O melhor ainda é se ela estiver geladinha ou com pedras de gelo. Reutilize os potes de iogurte para fazer gelo para colocar na água dos pets. Ficam com um tamanho bom e ajudam a deixar a água bem fresquinha, para ajudá-los a manter a temperatura do corpo.
Já falamos sobre o ambiente e água, mas lembre-se que não é só isso. Como ficam os passeios? O ideal é sair bem cedinho, às 6 horas, ou só depois das 19 horas. Acha 19 horas muito tarde? Pois não é! Além de o sol precisar ter ido embora, o chão precisa esfriar. Afinal eles pisam direto no calçamento e se tiver quente poderá queimar os pezinhos do seu peludo. Além disso, é importante que você não force caminhadas mais longas. Embora o exercício seja necessário, quando ele é feito no calor deve-se ter mais cuidado. Respeite o limite do seu bichinho.
Não se esqueça de passar protetor solar em você e nele. No mínimo o focinho, região das orelhas e barriga precisam receber protetor solar fator 30 ou mais. Pode usar o humano mesmo, em creme. Lembre-se de que eles também têm câncer de pele e precisam de proteção nesse verão!

Fonte:www.br.blastingnews.com