CARRINHOS PARA CACHORRO

Preconceitos

Quem já recebeu aquele olhar ou até mesmo um comentário de desaprovação por estar levando seu cachorro  num carrinho para  Pet ?
-Que frescura!
-Tanta criancinha necessitada...
Sim, ainda existe muito preconceito para com estes carrinhos, mas aos poucos eles estão conquistando espaço e cada vez é mais comum ver donos de pet circulando com eles em lugares como shoppings, calçadas, parques etc...

FRESCURA OU UMA NECESSIDADE?

  1. Preconceitos
  2. Vantagens
  3. Cuidados na escolha
  4. Como adaptar um carrinho de bebe em desuso num carrinho para Pet


Vantagens
Um grande aliado de idosos, paraplégicos e moradores de condomínios
  • O que pode parecer aos olhos de alguns uma "frescura" ou um "luxo", para donos de cães/gatos idosos, doentes, paraplégicos ou recém operados, eles representam a oportunidade de dar uma melhor qualidade de vida ao seu companheiro peludo, além de facilitar o seu manuseio. Quem tem animais nessas condições sabe que muitas vezes se torna inviável um passeio, ao redor do quarteirão que seja, por não conseguir carregá-lo, seu peso por menor que seja pode acarretar problemas de saúde para seus cuidadores como dores nas costas, distensões etc...

  • Outra vantagem, é que em boa parte dos Shopping Centers, Aeroportos, alguns Hotéis e até restaurantes, é permitido circular com seu pet  desde que estejam dentro de um carrinho. 



  • Nas situações de conflito em condomínios de apartamentos que insistem em proibir Pets no chão nos elevadores e áreas comuns do prédio, exigindo que estejam no colo  para transitar nesses espaços, eles também podem ser uma boa solução.
Cuidados:
  • Se seu Pet faz uso do carrinho devido a problemas na coluna, como hérnia, se tem displasias, está se recuperando de uma cirurgia, ou tenha qualquer quadro de dor, só ande em pisos planos e lisos evitando impactos e desconforto ou agravamento no quadro do animal.
  • Nunca, nunca mesmo, deixe seu animal no carrinho sem sua supervisão
  • Faça adaptação gradual do animal. Primeiro circule com ele dentro da própria casa para que ele se acostume ao carrinho.
Este é um modelo de carrinho para donos que sempre correram com seus animais, que agora idosos ou com algum problema de saúde, não pode mais acompanhá-los. Observe as rodas grandes para dar estabilidade.
Escolhendo o Carrinho:
  • Certifique-se ao escolher o carrinho que seu interior seja grande o suficiente para que o cão possa se esticar totalmente e confortavelmente. 

  • Meça o seu cão do nariz à cauda e, em seguida, adicione cerca de 6 centímetros a mais. 
  • De preferência a carrinhos com rodas maiores, estes são mais estáveis.
  • Cuidado com carrinhos muito altos e leves podem ser muito instáveis correndo risco de virar caso o animal seja mais agitado.
  • Observe se no carrinho tem bolsão para guias, saquinhos de recolher fezes, vasilhame para água, fraldas,cobertor, etc...
Como adaptar um carrinho de bebe em desuso num carrinho para Pet

Alguns sites sugerem a transformação de um carrinho de bebe em desuso num carrinho para pet. Nessa transformação lembre-se de observar os itens citados a cima:

Nem pensar em transportar seu Pet desta maneira! Combinado! =D
Essa mamãe resolveu seu problema, transporta seus "2 filhos" num único carrinho!



Fonte:dicas peludas