7 Erros que podem encurtar a vida do seu Shih Tzu

 A maioria de pais dedicados fazem tudo certinho, mas fazem “vista grossa” no cuidado dos seus amados filhos caninos. A seguir os 7 Erros que, muitas vezes, podem comprometer a qualidade e duração da vida do seu shih tzu. 

1. Deixar o seu shih tzu ficar Obeso 



Estudos mostram que cachorros com sobrepeso na meia-idade não estarão por perto tanto tempo quanto aqueles com peso adequado. Aqueles que estão acima do peso podem nos deixar até 10 meses antes, e isso é mais comum nas raças: Labrador Retriever, Golden Retriever, American Coker Spaniel, Beagle e Shih Tzu. É também uma questão de qualidade de vida, uma vez que muitos Cães sofrem com problemas de mobilidade e outras condições relacionadas com obesidade em seus “anos dourados”.
 

Se o seu companheiro está acima do peso, atenção redobrada em ter um peso saudável!

2. Não cuidar da Higiene Bucal do shih tzu


O tártaro são placas dentárias (bacterianas) endurecidas após o acúmulo de alguns dias. Sabemos que o tártaro adere aos dentes e irrita as gengivas. Então, podemos evitar! Gengivas irritadas resultam em doenças inflamatórias, principalmente a gengivite. Shih Tzu com gengivite têm gengiva vermelha ao invés de rosa e, com frequência, têm mau hálito. Se o tártaro não for removido ele fica armazenado sob a gengiva e, eventualmente, levando ao afastamento dos dentes.

Para a saúde e longevidade do seu shih tzu, é importante a proatividade em evitar o acúmulo de placas e tártaros nos dentes do seu melhor amigo.


3. Não fazer os Check-ups Regulares


Exames regulares com seu veterinário são recomendáveis – preferencialmente dois por ano (especialmente para cachorros com mais de 8 anos). Se não puder, pelo menos um check-up por ano é importante.

Lembre-se que visitas anuais ao veterinário não devem ser somente sobre vacinas. A finalidade das visitas é rever as condições de saúde do seu shih tzu.


4. Ignorar o atleta que existe dentro do seu Cão


Para se manter esbelto, em forma, bem condicionado, emocionalmente equilibrado e com mobilidade total à medida que envelhece, o seu shih tzu precisa se exercitar diariamente.

Os caninos são, por natureza, feitos para o “movimento”! Se o seu cachorro não tem oportunidade de correr, brincar e fazer exercícios aeróbicos regularmente, mesmo que não esteja com excesso de peso, pode acabar com artrites e outras condições debilitantes que afetem seus ossos, articulações, músculos, e órgãos internos.

Muitos problemas comportamentais dos caninos acontecem pela falta de atividade física e mental. Muitas pessoas não compreendem é que, exatamente como as pessoas, os cachorros também precisam de razões para ficarem fisicamente ativos. Mesmo aquele lindo campo ou quintal com gramado verde pode não ser motivo suficiente para entrar em forma.


Você também pode andar de bicicleta, acompanhado do seu cão correndo preso a uma guia.


5. Fumar próximo ao seu cachorro


Se você é fumante, conhece os riscos não somente para sua saúde, mas também para outros ao seu redor. No entanto, o que muitas pessoas não sabem é o risco que o tabagismo representa para os pets.

É importante notar que não é só a contaminação do ar. Partículas de fumo aderem a quase tudo dentro da casa, inclusive o tapete ou a cama que o seu cachorro dorme ou ainda o seu cobertor. Vale considerar fumar fora de casa se você é um fumante.


6. Não treinar o seu Shih Tzu para ser um bom “Cidadão Canino”



Pode ser difícil se manter próximo a um cachorro imprevisível ou incontrolável que representa perigo a outros animais ou pessoas. Uma das coisas mais importantes que um dono de cachorro pode prover é treinamento – comportamento de reforço positivo. O objetivo do reforço positivo é encorajar o “mais disso” (comportamento desejado).

Para alcançar esse objetivo, você tem que ensinar ao seu shih tzu o que fazer ao invés de focar no que está fazendo errado. Use sessões de treinamento para que seu Cão conheça quais comportamentos merecem ter sua atenção e dê aquele petisco especial.

No guia Como Adestrar seu shih tzu em Casa, a especialista em Comportamento Animal e apaixonada por cães Liana Rizel reúne técnicas de Adestramento Positivo que podem ser aplicadas por qualquer pessoa que seja apaixonada por cachorros.


7. Ignorar a importância da Socialização


Socialização significa expor o seu Shih tzu (preferencialmente, desde filhote) a muitas pessoas, animais, ambientes e outros estímulos ao máximo possível. Socialização deve engajar todos os sentidos do seu cachorro expondo-o à visão, sons e cheiros da vida cotidiana.

Essa exposição ajudará a desenvolver uma disposição de aceitar situações diversas e a lidar com novas experiências e desafios com um comportamento apropriado. Cachorros que não foram adequadamente socializados, frequentemente desenvolvem uma ansiedade ou medo profundo que fica enraizado. Essa condição pode resultar em problemas comportamentais.


Fonte do Texto: Healthypets