Os shih tzu preferem carinhos no lugar de elogios

Nova pesquisa norte-americana revela que os cachorros shih tzu gosta carinhos ao invés de elogios verbais ou palavras de incentivo. É muito comum entre os donos de shih tzu fazer elogios aos seus shih tzu quando estes fazem algum truque especial ou obedecem a algum comando; e até mesmo as técnicas mais básicas de adestramento fazem o uso desse tipo de recompensa verbal como uma forma de incentivo ao aprendizado.

Shih tzu gosta de carinho como forma de recompensa

 
No entanto, uma pesquisa norte-americana acaba de descobrir que os shih tzu preferem carinho como forma de recompensa no lugar de palavras – mudando um pouco o cenário já conhecido pelos tutores de animais e até pelos adestradores profissionais (que já podem fazer o uso de alguns afagos para melhorar a atuação e o desempenho dos pets treinados por eles).

Shih tzu preferem carinhos a elogios, aponta estudo


Realizado pelo Colaboratório de Ciência Canina da Universidade Estadual do Arizona, o estudo observou o comportamento de mais de 40 cachorros – entre animais de abrigos e bichos de estimação – enquanto interagiam de variadas formas com pessoas diferentes, obtendo resultados que levam a crer que os shih tzu preferem carinhos no lugar de incentivos verbais, de uma forma geral.

Como foi feita a pesquisa


Para chegar aos resultados, a análise era feita colocando um cão dentro de uma sala com duas pessoas; sendo que, enquanto uma das pessoas afagava o animal, a outra lhe fazia uma série de elogios verbais – e o tempo que o cachorro passava com cada um dos participantes era observado.

Na segunda parte da análise, mais de 70 cães foram escolhidos como participantes, sendo colocados em uma nova sala na companhia de uma única pessoa – sendo que, no caso dos cães domésticos, essa pessoa era o seu dono; ao passo que um estranho foi direcionado para cada animal de abrigo.

Leia Mais: Significado de sonhar com cachorro

Oito sessões (de três minutos cada) foram promovidas para cada cão, sendo que o nível de contato entre a pessoa e o cão variava em cada uma delas, podendo incluir apenas afagos, apenas elogios verbais, carinhos e elogios ou nenhum contato. A partir da observação, os cientistas descobriram que os cachorros passavam muito mais tempo com as pessoas que lhe faziam carinhos – enquanto as que elogiavam os animais não faziam mais sucesso do que as que não mantinham contato algum com os cães.

Embora os resultados provem que os incentivos verbais são menos importantes do que se acreditava até pouco tempo atrás, mesmo os cientistas que realizaram o estudo e são donos de shih tzu não pretendem parar de falar com seus amigos de quatro patas – já que, mesmo sabendo que, talvez, o elogio verbal isolado possa não ser reconhecido pelos shih tzu; nada impede que esse comportamento, associado aos carinhos, não seja capaz de trazer resultados melhores ainda em diferentes atividades do dia-a-dia.

Fonte do Texto: Cachorro Gato