Conheça os 5 Maiores Inimigos do shih tzu

5 Inimigos do shih tzu e como combate-los  - Quem deseja ter o seu shih tzu por perto e pelo tempo máximo de vida que ele pode ter deve saber quais são os fatores que podem fazer com que ele se vá antes da hora. Assim como nós, seres humanos, existem aspectos que não só dão qualidade de vida ao shih tzu, como também aumentam a sua expectativa de vida.

Para tanto, fique sabendo quais são os piores e mais importantes inimigos do shih tzu e a forma mais adequada para combater cada um deles.

1 – Açúcar

 

Não é raro ver os donos de shih tzu oferecerem a eles alimentos doces, até porque muitos deles mostram gostar das guloseimas. Porém, assim como para o ser humano, o açúcar em excesso para os shih tzu também faz muito mal à saúde.

E de modo igual os doces que mais podem ser prejudiciais são os que contam com grande quantia de açúcar e que são industrializados, inclusive, os que têm em sua fórmula os adoçantes artificiais.

Porém, mesmo mel e açúcar mascavo podem fazer mal ao longo do tempo. Até mesmo as frutas mais doces, como banana e manga não são aconselháveis.

Já os chocolates estão proibidos, por causa da cafeína e, pelo mesmo motivo, os shih tzu não podem beber chá, guaraná nem café, que são tóxicos a eles.

Esses alimentos possuem teobromina, que funciona como veneno aos shih tzu, uma vez que se acumula no organismo, prejudicando o sistema nervoso e o circulatório.

2 – Obesidade

 

Por mais que possa ser fofo um shih tzu gorducho, a verdade é que a obesidade em cães é um sério problema que diminui a sua qualidade e expectativa de vida.

Embora existam algums shih tzu com maior tendência a se tornarem obesas, alguns fatores potencializam as chances disso acontecer.

É o caso do açúcar na dieta do canino, bem como dar a ele mais comida do que está indicado como suficiente para ele por dia.

Além disso, o shih tzu pode se tornar obeso quando não se exercita o suficiente, motivo esse que é de extrema importância que o animal possa ter momentos em locais amplos onde possa correr à vontade.

Passear com ele todos os dias ou com frequência também evita o ganho de peso.

Caso o shih tzu já esteja acima do peso, é importante buscar a orientação de um veterinário a fim de mudar a sua alimentação e mesmo o tipo de ração, já que existem produtos específicos para os animais com excesso de peso.

3 – Não castrar o shih tzu

  

Castrar o seu shih tzu pode ser uma forma de fazer com que ele viva mais tempo. Isso acontece porque depois da castração são reduzidos os seus níveis de hormônios sexuais que, segundo pesquisas, estão associados a muitas doenças comuns nos cães.

Entre elas, o câncer, tanto na próstata quanto no útero e na mama.

As cadelas shih tzu têm ainda mais benefícios com a castração, já que dessa forma são menores as chances de desenvolver a chamada piometra, uma inflamação que acomete o útero e que tem ligação com as mudanças hormonais e com as infecções por bactérias.

Sem contar que depois de castrados, os shih tzu tornam-se mais tranquilos e, por consequência, brigam menos com outros cães.

Dessa maneira, ao fugir ele pode não se meter em encrencas e nem acabar machucado ou até mesmo atropelado.

4 – Ração de baixa qualidade para o shih tzu


Pesquisas apontam que os alimentos processados destinados aos shih tzu podem contar com substâncias altamente prejudiciais para a sua saúde.

Com isso a sua expectativa de vida cai, já que algumas empresas utilizam como matéria prima produtos que seriam jogados fora.

Dessa forma, especialistas garantem que shih tzu com uma alimentação natural vivem mais. Para eles, a dieta dos shih tzu deveria seguir a mesma de um lobo selvagem, os quais se alimentam de presas, entre elas, ratos, coelhos e veados.

Além disso, o cozimento dos alimentos acaba com as suas enzimas, as quais são essenciais para o metabolismo do shih tzu.

Porém, como não é possível deixar que os shih tzu corram por aí atrás de suas presas, indica-se a procura por rações que sejam feitas com qualidade. Profissionais podem ajudar a encontrar as melhores marcas oferecidas no mercado.

Outra dica é preparar a ração do shih tzu em casa, mas também é importante pesquisar quais são as quantidades e as melhores opções.

5 – Má higienização do shih tzu

 

Quando os shih tzu envelhecem, é preciso ter ainda mais atenção a sua higiene, já que com a idade avançada é comum que desenvolvam problemas nos dentes e na pele.

Porém, como o seu sistema imunológico também diminui, os banhos não podem ser dados em dias ou horários que estejam mais frios, até porque isso vai atrapalhar a secagem completa dos seus pelos, o que pode causar doenças respiratórias.

Já que a idade traz ainda incontinência urinária, recomenda-se aos cuidadores estarem atentos ao local onde o shih tzu fica, para que esteja sempre limpo.

A limpeza dos ouvidos também é necessária, a fim de evitar problemas de otite em decorrência do acúmulo de cera.

Da mesma forma, os dentes merecem mais atenção, sendo indicada uma limpeza dentária anual, para evitar que se acumulem os tártaros, que podem levar à perda dos seus dentes.

E aí, quer saber mais sobre como cuidar do seu shih tzu e aumentar sua expectativa de vida? Fique de olho nas próximas dicas!

Fonte