Como um SHIH TZU descobre que outro cão vai ser seu amigo

Veja algumas características para descobrir quando um shih tzu descobre que o outro cão pode ser seu grande amigo.

Quem tem shih tzu precisa entender os sinais que ele dá no dia a dia. A comunicação precisa fluir para que o tutor entenda as necessidades dos pets e que possa solucioná-las o mais rápido possível.

Isso só é possível por meio de uma observação atenta. É por meio dela que você vai descobrir se o seu shih-tzu está doente, com fome ou triste.

Por isso, ter um animalzinho de estimação exige muita responsabilidade e não pode ser um ato impulsivo. Você conhece bem o seu shih-tzu? Entende as suas necessidades?



A comunicação não existe somente entre homens e animais, os próprios bichos também se comunicam entre si, você sabia? Por exemplo, quando o shih tzu encontra outro na rua, imediatamente ele tem alguma reação, seja ela boa ou ruim.

O blog ‘BarkPost’ ensina algumas características para descobrir quando um shih-tzu descobre que o outro cão pode ser seu grande amigo. Confira algumas dicas agora:

  • Os shih-tzu se comunicam por meio da atitude corporal e pelo olfato;
  • É por meio dessas percepções que os cachorros escolhem outros animais para serem seus amigos;
  • Se ao encontrar outro cachorro e ele ficar com o corpo rígido, cauda levantada e dentes cerrados é sinal que ele não gostou do que viu. Ou seja, ele não se identificou com o outro animal;
  • Cães têm memória seletiva, ou seja, se algum dia eles se desentenderam com outro cão de determinada característica, eles passarão a fugir toda vez que encontrarem um bicho semelhante ao agressor;
  • Se o seu pet fica muito incomodado na presença de outros cachorros procure treiná-lo da melhor forma: leve petiscos e o presenteie toda vez que ele estiver com outros cães. Desta forma, ele vai associar essa situação a coisas boas.

Amizades improváveis entre animais


Os shih tzu inicialmente, eles parecem inimigos. Quando um shih tzu vê um gato coloca-se logo em posição de alerta, se arrepiando inteiro. Mas nem sempre é assim.



Quando os animaizinhos são criados juntos, eles costumam criar laços de amizade e podem sim, contrariar o ditado que diz: “brigam como cão e gato”;