Março 2016 - Shih Tzu Brasil Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2016

Anemia hemolítica em cães

A finalidade de um sistema imunitário saudável é atacar e destruir os germes e infecções. Se o sistema imunológico do cão /gato é comprometida, seu animal pode estar em sérios apuros. A condição conhecida como anemia hemolítica imune mediada (IMHA) ou anemia hemolítica auto-imune (AHAI) afeta os anticorpos dos cães/gatos que são feitas para atingir os "invasores". Como resultado, as células vermelhas do sangue são atacadas e destruídos. As células vermelhas do sangue saudáveis ​​são destinadas a transportar oxigênio para as outras células e tecidos dentro do corpo. Um cão/gato com anemia hemolítica imunomediada (IMHA) ou anemia hemolítica auto-imune (AHAI) não pode fazê-lo. Sem oxigenação suficiente no sangue, o seu animal não pode sobreviver.  PREDISPOSIÇÃO POR IDADE E SEXO   Gatos e cães de meia-idade, (podendo ocorrer em qualquer idade, mas é rara em cães menores de 1 ano)  Cadelas (Não há predisposição sexual clara para IMHA canino, embora o est

Mudanças de comportamento

Comportamentos estranhos no cão Se da noite para o dia seu cão passou a chorar boa parte do tempo, deixou de brincar e perdeu o apetite , saiba que esses sinais nem sempre significam depressão ou estresse, como podem parecer à primeira vista. Mudanças bruscas de comportamento às vezes denunciam problemas de saúde insuspeitados     Será que ele anda carente de atenção? É a pergunta que muita gente se faz quando o amigão chacoalha a cabeça de um lado para o outro sem parar e choraminga pelos cantos. Só que esse comportamento, fique você sabendo, é típico de uma bela otite , a inflamação de ouvido . Outra alteração que costuma dar um nó na cabeça do dono é a inatividade repentina. O bicho, que vivia correndo de lá para cá, só quer saber de ficar parado. Cansou de brincar? Nada disso. O mais provável é que esteja com dor na coluna ou, pior, com uma artrose daquelas, que leva a um desgaste nas cartilagens ósseas. E, se o seu companheiro agora só busca refúgio nos ambiente

Cachorro não obedece

Existem vários motivos para que o seu cão não queira te obedecer ... A maioria deles é porque você falhou em algum momento, e os outros podem ser porque o temperamento do cão é difícil mesmo . Mas não há nada que não possa ser trabalhado para que haja um bom convívio entre você e seu cachorro . Vamos à lista do que você pode estar fazendo errado: 1. Seu cão não sabe o significado do comando.   Se você não ensinou a ele a atitude desejada para determinado comando de voz ou gesto, ele não tem como obedecer. Dizer para o cão "senta!" sem ter mostrado a ele como fazer não irá adiantar de nada... 2. Existem muitas distrações no local onde você o treina.   Primeiro treine seu cão em um local tranquilo, e somente depois passe gradativamente a locais com mais barulho e distrações. 3. Você passa muito tempo treinando o seu cachorro.   Os cães também cansam de treinar . Alguns treinos de 15 minutos por dia são suficientes para exercitá-lo. O m

Meu cachorro não parar de lamber - Dicas

Para os cachorros, lamber é algo absolutamente natural, eles lambem tudo , absolutamente tudo. A língua do cachorro é usada para explorar e conhecer tudo a sua volta, além de para demonstrar afeto. Quando o cachorro lambe demais determinado objeto, parte do corpo , ou mesmo você, é porque algo deve estar errado... Ansiedade e estresse podem ocasionar esse comportamento compulsivo. Se o cão está recebendo atenção de menos ou demais, se ele fica muito tempo isolado, enfim, diversas causas podem interferir no comportamento dele. Procure ter sempre um tempinho para brincar com seu cão, passear, dar um carinho. Provavelmente é só disso que ele precise para acalmar as lambidas!  5 Dicas para minimizar o excesso de lambidas: 1)   retire a mão de perto do cão sempre que ele começar a lamber ; 2)   vire-o para o outro lado , de costas, quando insistir nesse comportamento. O cachorro  gosta de estar sempre de olho no dono. Ao agir assim, este d

Cemitério para Cahorros

 Cemitério de animais - o lar pet para a eternidade Saiba mais sobre o cemitério de cachorro , cada vez mais usado pelos que buscam uma despedida digna para seus pets   “Posso enterrar meu animal no quintal?” Não enterre seu animal em quintais ou terrenos baldios. A atitude de encontrar um lugar no terreno de casa para enterrar o seu cachorro pode ser um grande gesto de amor e é muito comum que os donos escolham essa opção, até mesmo por sentirem que seu animal de estimação continua “próximo”. Entretanto, é perigoso para a saúde fazer isso, visto que um organismo que está passando pelo processo de decomposição pode contaminar o solo, o lençol freático e transmitir doenças. Existem outras opções que são aceitáveis e, de todas elas, você decidirá qual é a melhor . Vamos lá? Quem tem um cão de estimação como parte da família sabe o quanto o falecimento dele pode trazer dor e sofrimento ; no entanto, além da tristeza da partida do seu amigo de quatro patas,

Quantos anos um cachorro pode viver?

Uma das principais dúvidas de quem adquire um cachorro é saber qual a expectativa de vida dele. O processo de envelhecimento dos cachorros ainda não foi completamente entendido, porém, sabemos que o envelhecimento ocorre de forma diversa em cães de tipos e raças diferentes.  Antes, acreditava-se que um cão envelhecia sete anos para cada ano de vida humana. Esta teoria, porém, foi descartada e uma nova escala tenta comparar os estágios de desenvolvimento inicial da vida do cão com aquele dos seres humanos. Raças de pequeno porte , geralmente, alcançam seus tamanhos finais entre oito e doze meses, e cada ano deles equivale a cinco anos de vida humana.  Raças de porte médio , entre doze e dezesseis meses, cada um equivalendo a seis anos nossos.  Raças de porte grande , entre dezesseis e dezoito meses, cada ano equivale a sete anos, e as raças gigantes, por volta dos dois anos, sendo que estes sim continuam a equivaler a sete anos de vi

Como socorrer um cachorro?

Ferimentos, como cuidar? Se você suspeita que seu cachorro tem um ferimento perfurante, observe sinais de choque, que incluem gengivas pálidas ou brancas, batimento cardíaco e respiração rápidas. Passe uma guia ao redor do pescoço do cachorro e então ao redor de um objeto fixo. Puxe o cachorro para perto deste objeto e amarre a guia de maneira que ele não possa mover a cabeça. Faça uma focinheira no cachorro para sua proteção se necessário. Mantenha a pressão sobre a compressa para parar o sangramento. Se o sangue encharcar o curativo, NÃO o remova. Coloque outro curativo por cima e continue pressionando até parar de sangrar. Se o sangramento não parar em até 5 min, continue pressionando o ferimento e leve o cachorro imediatamente ao veterinário. Se você não consegue remover o objeto e o cachorro é grande demais para ser erguido, coloque-o deitado de lado no chão. Se retirar o objeto e o cachorro ainda não estiver respirando, sinta sua

Dicas de adestramento

Quem nunca tentou chamar a atenção de um cãozinho oferecendo algo gostoso para ele comer? Geralmente é a maneira mais fácil e rápida de conseguir atenção do pet, afinal, quem não gosta de comer algo diferente e gostoso? Se seu pequeno costuma aceitar comida de qualquer pessoa, mesmo de quem ele não conheça, fique atento e treine-o para que não aceite mais. Isso pode causar problemas e gerar maus comportamentos no futuro. Por que aceitar comida de estranhos pode ser um problema?   Apesar de parecer algo normal e algumas vezes até atencioso por parte da pessoa desconhecida que oferece algum alimento para seu pequeno, isso pode trazer alguns problemas. Mesmo que a pessoa em questão não tenha intenção alguma de causar qualquer desconforto para você ou para seu peludo. Não é raro uma situação dessas acontecer quando estamos fazendo um passeio com nossos companheiros em lugares com bastante movimento, como parques, praças e até mesmo shoppings que aceitam cães.

Leptospirose- CUIDADO

Lepstospirose- e enfermidade endemica, bastante comum em épocas de chuvas. É uma doença causada por bactéria, a LEPTOSPIRA ssp , afetando a maior parte dos animais inclusive o homem. É transmitida através da urina, água e alimentos contaminados pelo microorganismo, pela penetração da pele lesada, e pela ingestão. O cão e outros animais como por exemplo rato, bovino e animais silvestres também podem contrair a doença e transmiti-la. A doença é causada principalmente pela urina que os ratos e os camundongos deixam, de preferência próximo a lugares onde encontram al