Companheiros, casal de shih tzu permanece junto até depois de fugir de casa - Tudo sobre shih tzu Pular para o conteúdo principal

Companheiros, casal de shih tzu permanece junto até depois de fugir de casa

Fernanda Genova Martins e o pai Vicente Demarco passeavam pela Orla Morena e foram abordados por alguns vizinhos que pediam ajuda para resgatar dois cães da raça shih tzu, um macho e outra fêmea, que quase foram atropelados.
Eles conseguiram evitar o acidente e para o bem estar dos bichinhos os levaram para a casa de Vicente. "Pegamos eles muitos sujinhos, sem nenhum machucado. Demos ração a eles e não pareciam com fome, o que indica que os dois estavam na rua há pouco tempo", explicou Fernanda.

Época de festas de fim de ano, os animais domésticos, em especial os cachorros, temem os fogos de artifícios e rojões. 


 Muitos acabam se assustando a ponto de fugirem de casa e, no pior dos casos, se machucam. "Deve ter acontecido isso. Eles temeram os barulhos e foram pra rua", comenta Fátima, dona da casa que recebeu os dois, madrasta de Fernanda.

Carinhosos e extremamente dóceis, os cães estão no lar temporário desde então. A família inteira de Fernanda e de sua madrasta se mobilizou nas redes sociais para encontrar os donos dos bichanos, mas até agora não apareceram.
Como estavam muito sujos, foram levados ao pet shop do bairro para tomarem banho. Os profissionais do local também não souberam dar informações sobre os possíveis donos do casal. "Nunca viram eles na clínica".

Fernanda ficou surpresa com a reação de uma das clientes quando comentou que os shih tzu estavam perdidos. "A mulher falou que se não encontrássemos os donos podíamos doá-los à ela para cruzar os dois e terem filhotes", diz ela, chocada.
Esse comentário fez com que ficassem também em alerta para as intenções daqueles que possam aparecer dizendo que são os donos.

Por isso, Fátima deixa claro que vai precisar comprovar antes de devolver o casal. "A gente sabe que tem muita gente por aí usando dos animais de raça com maldade, vivendo ás custas deles, do útero da fêmea.

Mentir que eles são seus ou usar de má fé para uma adoção não têm nada a ver com o que a gente quer pra eles", falou ela.

A família acha que os cães podem ser irmãos, ou a fêmea pode ser a mãe do macho. "A gente nota que eles estão bem sabe. Mas temos noção de que os dois não estão sofrendo tanto porque estão juntos", diz.
Por isso, elas dizem que se os donos continuarem sumidos vão procurar um lar de confiança para doar os bichanos, juntos. "É impossível separar esses dois. São muito felizes juntos e é curioso que tenham fugido em dupla", finaliza.


Tabela