Prestes a receber a Copa do Mundo, Rússia mata milhares de cães de rua - Tudo sobre shih tzu Pular para o conteúdo principal

Prestes a receber a Copa do Mundo, Rússia mata milhares de cães de rua

Prestes a receber a Copa do Mundo, Rússia mata milhares de cães e gatos de rua
Assim como aconteceu dias antes das Olimpíadas de Inverno de 2014, cidades russas que vão receber os jogos também estão “se livrando” dos animais de rua

A Rússia já está nos últimos preparativos para sediar a 21ª Copa do Mundo da FIFA, que começa no dia 14 de junho de 2018, e receber todos os turistas que vão assistir o evento esportivo e aproveitar para conhecer o país.

Porém, entre esses preparativos, algumas cidades incluíram também diminuir a quantidade de animais que vivem nas ruas. Mas isso não está sendo feito da melhor maneira possível.


De acordo com informações de grupos de resgate de animais, 11 cidades decidiram “se livrar” de milhares de cães e gatos abandonados.
Segundo estimativas, cerca de dois milhões de cães vivem nessas cidades. Porém, muitos deles já desapareceram.

Assim como aconteceu dias antes das Olimpíadas de Inverno em Sótchi em 2014, quando a Rússia foi criticada pelo tratamento dado aos animais abandonados depois que milhares de cães e gatos foram baleados e envenenados, animais de rua voltaram a desaparecer e ser assassinados.

Ainda de acordo com grupos de resgate de animais, cães resgatados também foram levados. Segundo Nadejda Sergueeva, voluntária de um grupo de resgate em Volgograd, eles perderam vários cães em dezembro.
“Em dezembro, havia sete ou oito deles. Todos foram capturados, apesar do fato de que todos tinham coleira. Os guardas nos disseram que ouviram gritos, mas quando eles vieram para verificar, todos os cães já haviam sido carregados na van”, contou Nadejda para a revista francesa Réveil Courrier.

O Presidente da Comissão Parlamentar para a Ecologia e Proteção da Natureza, Vladimir Bourmatov, exigiu, em janeiro deste ano, que o Ministro do Esporte, Pavel Kolobkov, impedisse esses assassinatos.

Apesar de o governo, que está preocupado com a imagem da Rússia no exterior, já ter ordenado que essas cidades anfitriãs criassem novos abrigos de animais para cachorros e gatos de rua, a situação ainda não começou a mudar.
Também bastante procurada para prestar informações e interferir no caso, a FIFA afirmou apenas que: “temos tanto a fazer que não podemos fazer nada sobre isso”.

A Bloody FIFA 2018, uma comunidade criada na internet com a intenção de boicotar o evento na Rússia, criou uma petição pedindo que o presidente Vladimir Putin intervenha e pare os assassinatos.

Via: The Holidog Times
Tabela