Morador de rua estende cartaz em frente o supermercado: 'Me ajude, meu cachorrinho está preso' - Shih Tzu Brasil Pular para o conteúdo principal

Morador de rua estende cartaz em frente o supermercado: 'Me ajude, meu cachorrinho está preso'

Apesar das críticas, muitos moradores de rua possuem animais de estimação. Mas este não é um artigo sobre isso.

O debate só deve existir quando uma pessoa sem-teto está colocando seu animal em perigo e, na maioria das vezes, não estão.

Eles podem ficar sem comer, mas não deixam de fornecer aos pequenos peludos uma dieta estável, um casaco quente e abrigo adequado.
E, em muitos casos, eles ficam em um abrigo ou no sofá de um amigo, não porque querem, mas porque querem fazer o melhor para seus companheiros.

Quando Wilma Price, de Houston, Texas, viu um sem-teto segurando uma placa do lado de fora do Walmart que dizia: “Cão encarcerado, preciso de ajuda”, ela sabia que precisava ajudar.

A cena partiu o coração da mulher. O mendigo, chamado Patrick, estava desesperado por alguém para ajudá-lo. Ele não estava pedindo comida ou dinheiro para si mesmo.

Ele estava pedindo alguém para ajudar seu melhor amigo, Franklin, que permanecia no controle de animais até que Patrick pudesse levantar 120 dólares para tirá-lo de lá.

Wilma disse: “Ele parecia uma alma agradável e gentil, que teve uma vida difícil. O olhar em seus olhos era de desespero; ele parecia um garoto grande que tinha acabado de perder seu cãozinho.”

Wilma deu a Patrick o dinheiro e depois postou a história no Facebook. O post dela dizia:


“Estou tão chocada! Ele é um homem maravilhoso e Franklin é um cachorro maravilhoso. Eu fiz isso porque gostaria que alguém fizesse isso por mim se eu tivesse dedicado to da a minha vida a um cachorrinho.

Você nunca vai conhecer a vida da pessoa ou o que está acontecendo na vida dela, então eu não sou uma pessoa muito crítica e nunca julgo alguém pela capa.

Até que você viva no lugar dessa pessoa, nunca saberá o que ela passou. Sempre que puder ajude, porque, como eu vejo por aí, num piscar de olhos, você também pode estar na mesma situação.

Eu sei o quanto luto todos os dias para garantir que os meus animais têm tudo o que precisem e nunca mais voltem para a rua.”
Quando perguntado o que a levou a ajudar Patrick, Wilma respondeu: “Às vezes, mesmo que seja um gesto pequeno para você, isso pode fazer toda a diferença na vida da outra pessoa”, diz ela
“Acredito firmemente que você não julga um livro pela capa, até ler o livro você mesmo”, conclui

Via: Portal do Animal
Tabela

Recomendamos