Alimentação ideal para a raça Shih Tzu - Shih Tzu Brasil Pular para o conteúdo principal

Alimentação ideal para a raça Shih Tzu

 Muito além de indicar a nutrição adequada, que varia de acordo com as peculiaridades de cada raça, como o Shih Tzu, o veterinário deve orientar tutores quanto às exigências biológicas do cachorro. 

Por exemplo: nem sempre animais de maior porte precisam de grandes quantidades de alimento. Além disso, em alguns casos a determinação do que deve ser consumido está diretamente ligada à prevenção de determinadas doenças.

A alegria de ter um SHIH TZU em casa, fazendo brincadeiras e proporcionando momentos de ternura, é o cenário perfeito para o chamado “cuidado excessivo” – em que o shih tzu chega a ser tratado como um familiar. 

Alimentação ideal para Shih Tzu

Muitas vezes os tutores não resistem às investidas do shih tzu e dão a ele alimentos comuns aos humanos, o que prejudica o trato digestivo dele.

Ainda filhotes, é comum que o leite seja inserido na refeição do shih tzu. No entanto, até as três semanas é recomendado que o filhote de shih tzu se alimente unicamente com leite materno, a fim de fortalecer o sistema imunológico e o desenvolvimento saudável do shih tzu.

Ração ou alimentação natural, qual é o melhor para o shih tzu?

Na fase intermediária, por volta de quatro semanas de vida, já está liberado o consumo de alimentos pastosos. 

Nesse momento, o veterinário deve orientar sobre as diferentes possibilidades de cardápio. Além dos alimentos secos, como as rações comerciais, entra em cena a possibilidade de alimentação natural (crua ou cozida), à base de carnes e vegetais. 

No entanto, a ração costuma ser a mais recomendada, já que apresenta menor risco de degradação – além de fornecer nutrientes balanceados em maiores concentrações.

Deve-se atentar ao fato de que cada raça consome um nível energético diferente e possui necessidades distintas de nutrientes para o bom funcionamento do metabolismo. 

Aqui, entram em cena as rações premium, que variam de acordo com idade do shih tzu, pelagem, tamanho e até mesmo com as condições de saúde do pet – observando condições de saúde debilitada como diabetes e obesidade.

Shih Tzu castrados também devem consumir ração específica. Isso porque geralmente eles realizam menos atividades físicas e necessitam de alimentos com poucas calorias. 

Além da versatilidade, outra vantagem do alimento seco é a consistência, mais dura. O atrito na mastigação promove a limpeza dos dentes e evita tártaro e inflamações graves.

Confira abaixo dicas de orientação nutricional para os Shih Tzu que exigem atenção especial: Shih Tzu:

Shih Tzu: anatomia desafia alimentação

Originários do Tibete, os Shih Tzu têm característica braquicefálicas – ou seja, apresentam focinho achatado. 

Por isso, o veterinário deve indicar rações com formato que não ofereça risco de engasgar. Já existem opções de alimentos adaptados, que facilitam a mastigação. 

Nesse sentido, também é importante orientar os tutores sobre o momento das refeições, sendo importante resguardar a digestão e não convidar o cão a brincadeiras ou atividades físicas intensas, a fim de evitar torções gástricas.

O Shih Tzu pode chegar apesar até 7 kg e deve ser alimentado de duas a três vezes ao dia, variando a dosagem de acordo com o nível de atividade. Sugere-se o consumo entre 60 a 140 gramas de ração por porção. 

Cabe ao veterinário fornecer orientações sobre alimentos naturais (especialmente cítricos), uma vez que os cães dessa raça possuem ambiente digestivo ácido.

Doenças oculares também são comuns na raça shih tzu, mas podem ser prevenidas com alimentos enriquecidos por nutrientes EPA/DHA. 

Além disso, o risco de obesidade e patologias respiratórias é elevado, o que requer alimentação com baixa concentração de sódio e com fonte de fibras para melhor funcionamento digestivo. Recomenda-se também a ingestão de L-carnitina, substância que atua na queima de gorduras.


Via: secad.artmed

Recomendamos