Shih Tzu e Lhasa Apso – Veja as principais Diferenças - Shih Tzu Brasil Pular para o conteúdo principal

Shih Tzu e Lhasa Apso – Veja as principais Diferenças

 Você sabe quais são as diferenças entre Shih Tzu e Lhasa Apso? Hoje vamos trazer algumas características que diferem essas duas raças fofas de cachorro. 

Afinal, muitas raças são reconhecidas pela sua aparência, e algumas delas podem até causar confusão por conta de suas semelhanças.

É assim que muita gente vê o Lhasa Apso e o Shih Tzu, duas raças de cachorro bem parecidas, porém, com suas diferenças quanto a personalidade, comportamentos e características físicas. 

Então, para descobrir a fundo todas as características de ambas as raças, continue a leitura do artigo.

Diferenças entre Shih Tzu e Lhasa Apso

Shih Tzu e Lhasa Apso – Veja as principais Diferenças

A confusão entre as duas raças se dá pelo cruzamento do Lhasa Apso com o pequinês, dando origem a raça de cachorro Shih Tzu. 

Pelas semelhanças entre as duas raças, muita gente se confunde, mas ambos têm suas particularidades acerca de comportamento, temperamento e outros pontos que devem ser observados.

Uma das primeiras diferenças entre o Shih Tzu e Lhasa Apso é o formato do focinho, mas essa não é a única característica que distingue as raças. Veja alguns detalhes do Shih Tzu:

  • É considerado um cãozinho companheiro para a vida toda;
  • Seu focinho é mais achatado;
  • Olhos mais redondos e saltados;
  • Testa redonda;
  • Altura média: Até 30 cm;
  • Peso médio: 10 kg;
  • Expectativa de vida: 13 anos.

Além dessas diferenças, o Shih Tzu tem predisposição para desenvolver problemas oculares, como a úlcera de córnea, por conta do formato dos olhos que são saltados. E diferente do Lhasa Apso, eles podem ser mais propensos a dermatite canina.

Personalidade e comportamentos do Shih Tzu

São cachorros que não gostam muito de criança pequena ou de brincadeiras a todo momento, ao contrário do Lhasa Apso, que é mais ativo na companhia dos seus tutores. 

Com as pessoas eles são capazes de ser mais amigáveis, abanam o rabinho e podem até pedir colo caso se sintam confortáveis. 

Já com outros animais, também são bem acolhedores. Se acostumam perfeitamente com os pets, inclusive gatos.

Essa raça de doguinho se sente muito dependente dos tutores, por esse motivo, tendem a sofrer bastante com a ausência deles. 

Portanto, quando está na companhia dos tutores demanda bastante carinho e não se cansa de interagir, por isso, é preciso treiná-lo para quando você for se ausentar, ok?

Principais características do Lhasa Apso

A raça Lhasa Apso foi muito usada na antiguidade como cão de guarda. Isso mesmo, eles eram guardiões dos palácios e templos Budistas Tibetanos. 

Hoje eles não desempenham mais essa função, mas com instinto protetor eles cuidam de seus tutores, zelando pelo bem-estar da sua família.

Suas principais características são:

  • Cãozinho companheiro e de guarda;
  • O focinho é mais longo;
  • Olhos são menores e ovais;
  • Possui uma testa reta;
  • Gosta de crianças;
  • Altura média: 25 cm a 29 cm;
  • Peso médio: 5 kg a 7 kg;
  • Expectativa de vida: 15 anos.

Com a pelagem mais áspera e grossa, os tutores preferem deixá-la mais longa, porém, é importante saber que o Lhasa Apso tende a perder mais pelos que Shih Tzu.

Personalidade e comportamentos do Lhasa Apso

Os cães da raça Lhasa Apso costumam ter uma personalidade territorialista, sendo mais reservado e protetor de sua família. 

Por isso, eles podem estranhar quando os tutores receberem alguma visita, latindo bastante. Em alguns casos, podem apresentar episódios agressivos.

É um cachorro fofo, mas que não gosta muito de ficar no colo, precisando de socialização para manter contato com outros animais de estimação. 

São cachorros mais ativos e gostam de brincar com bolinha, ou fazer exercícios na companhia do tutor, e/ou de outros membros da família.

Contudo, essas duas raças são ótimos cães para viver em apartamento, costumam não demandar um espaço grande para viver com sua família. 

E, claro, você deve oferecer a melhor qualidade de vida possível aos dogs, independentemente da raça que você escolher. 

Nunca hesite em levar seus dogs a um veterinário para uma rotina de exames e também nunca abra mão de oferecer uma alimentação balanceada e saudável.

Escolha o dog que melhor se enquadra no perfil da sua família e cuide bem dele. Compartilhe este artigo com mais uma pessoa!

Via: Portal do dog

Recomendamos