Ciência confirma que os Shih Tzu percebem quando o seu Dono está correndo Perigo - Shih Tzu Brasil Pular para o conteúdo principal

Ciência confirma que os Shih Tzu percebem quando o seu Dono está correndo Perigo

Seu shih tzu já agiu estranho com uma pessoa parecendo saber que ela não era do bem? Essa atitude pode ter fundamento.

Quem tem um cachorro da raça shih tzu sabe o quanto eles são expressivos e reagem com personalidade a cada ação dos humanos que o cercam. 

Eles sabem mostrar quando estão felizes ou tristes, têm uma audição e olfato incríveis e são muito protetores com seus donos. 

Ciência confirma que cachorros conseguem identificar pessoas ruins

Os shih tzu aprendem as coisas da mesma forma que os humanos, por meio da observação. Mas o que muitas pessoas têm dúvida é se eles apenas imitam certas atitudes ou se realmente possuem a consciência de quando podem ou não confiar em alguém.

Para dar mais um passo na resolução dessa questão, um grupo de pesquisadores da Universidade de Kyoto, no Japão, realizou uma sequência de testes psicológicos com 34 cães e seus donos e o estudo foi publicado no jornal Animal Cognition. 

O objetivo foi avaliar se os animais tinham a capacidade de perceber quando estavam sendo enganados.

Um dos testes consistiu em colocar na frente de cada cão dois potes de comida, sendo que um continha ração e o outro estava vazio. Mas os potes estavam fechados para que eles não pudessem ver, apenas cheirar.

Os donos ficaram ao lado dos potes e apontaram para aquele que tinha comida, chamando os cachorros para se aproximar e conferir qual pote realmente tinha a ração. Então a revelação era feita.

Depois, os donos fizeram a mesma coisa, mas apontando para o pote vazio, na intenção de enganar os cães.

Na terceira vez, após terem sido induzidos a irem primeiro ao pote com comida e depois ao pote vazio, os cães deixaram de ir cegamente ao pote sugerido pelos donos, demonstrando saber que não podiam confiar.

Essa atitude mostrou aos pesquisadores que o seu shih tzu têm um poder de discernimento e não apenas tomam decisões mecânicas. 

Então eles são capazes de perceber quando são enganados e guardam na memória a atitude da pessoa que agiu com má-fé. Assim eles saberão que não poderão confiar cegamente naquela pessoa outra vez.

Na mesma pesquisa, outro teste consistia em colocar o dono do cão em uma situação em que precisasse de ajuda, como por exemplo para abrir uma caixa. 

Duas pessoas se aproximavam, uma oferecendo ajuda e a outra ignorando a necessidade do dono, enquanto o cão observava a cena.

Em seguida, quando a pessoa que recusou ajudar oferecia um agrado ao cão, a reação era de recusa, mostrando que ele não havia aprovado a atitude anterior daquela pessoa ao recusar ajudar seu dono.

 Sendo assim, ele também não poderia confiar que receberia um agrado apenas como um ato de bondade, mostrando que cachorros conseguem identificar pessoas ruins.

Redaçaõ: Dicas online

Recomendamos