Pular para o conteúdo principal

Jovem que recusou sair da Ucrânia sem seu cachorro consegue passagem pet frendly

Uma estudante indiana de 20 anos chamada Arya Aldrin foi fotografada viajando com seu cachorro Saira, da raça husky siberiano, em um ônibus na fuga da Ucrânia em meio ao caos e a guerra iminente no país.

A jovem chegou no aeroporto de Deli, na Índia, na quinta-feira, 3

A fotografia de Arya com o cão cansado, mas confiante, aninhado em seu peito, está entre as comoventes fotografias da crise que abalou o mundo. Mas a jovem não é a única que está se recusando a deixar os animais de estimação para trás.

A jovem adotou o cão cerca de 18 anos atrás, e muito tempo antes da guerra iniciar Arya já havia providenciado documentos e passaportes para o pet, pois costumava viajar com o animal de ônibus, principalmente para Rômenia, uma viagem de mais de 600 km.

"A próxima etapa é levá-la em um voo. Isso não seria um problema se estivéssemos em circunstâncias normais. Mas agora, todos são voos fretados. 

Eu tenho que levá-lo. Mesmo quando chegamos aqui, eu tinha apenas a comida dele, a água e nossos documentos. Abandonei toda a minha comida e água no caminho. Não tenho a ideia de sair. Eu tenho que levá-lo para dentro do voo depois de tudo isso, então todas as suas orações são necessárias”, explicou a jovem ao The News Minute.

Após bater o pé com soldados ucrânianos de que não deixaria Saira para trás, a estudante foi liberada para viajar com o cão. 

Em uma postagem no Facebook, o ministro da Educação V Sivankutty disse: "Arya, natural de Vandiperiyar, está entrando no solo indiano do campo de batalha sem abandonar seu cachorro de estimação. O mundo que emerge do amor cresce através do amor".

Arya já chegou ao aeroporto da Romênia e está lidando com a papelada e documentação do cachorro

Enquanto isso, outro jovem não teve a mesma sorte. Rishabh Kaushik, de 21 anos, que está tentando deixar o país com Maliboo, seu cão, com a ajuda de uma empresa de realocação de animais de estimação com sede em Bengaluru, na Índia, a Felcan Pets Relocation, o destino final é sua cidade indiana chamada Dehradun.

O cão Maliboo foi adotado das ruas e a ideia de deixá-lo nas ruas novamente não é cogitada pelo jovem que decidiu permanecer ao lado do animal custe o que custar. 

De acordo com o fundador da empresa de realocação de animais, Chidambaram Pillai, afirmou que estão tentando obter um Certificado de Não Objeção (NOC) da Índia para ele levar o animal de estimação. “Neste momento ele está a caminho de Budapeste. 

Quando ele chegar lá, vamos conseguir um NOC e esse é o nosso plano a partir de agora. Estamos esperando que ele chegue a Budapeste”, explicou.

A única coisa que resta é esperar para que o jovem chegue a Budapeste e possa retornar para a família em segurança, assim como Arya chegou em Deli.

Redação Amo meu Pet