Shih tzu vomitou uma espuma amarela? o que fazer

 O problema pode ser tão simples como alguns efeitos das  mudanças bruscas na dieta ou alguma medicação mas, também pode ser algo mais grave, como pancreatite , toxinas, doença hepática, parasitas , alergias, tumores e muito mais. Quando um corpo estranho está envolvido, como uma meia que de repente desapareceu, pode até exigir cirurgia de emergência, para desobstruir o intestino.

Possíveis Causas


Em soma, aqui está uma lista das principais causas que podem desencadear uma condição em que o cão vomita um líquido amarelo ou de luz-marrom, seja claro ou ligeiramente espumoso.

  • Gastrite
  • Comer alimentos impróprios
  • A ingestão de produtos não alimentares
  • Comer muito rápido
  • Superprodução da bile devido a algum outro distúrbio digestivo
  • Problemas de indigestão, devido à ansiedade ou estresse
  • Acumulação excessiva de bile para o estômago devido a ser vazio restante por muito tempo

O que causa

 
Quando estamos com o estômago relativamente vazio, vomitamos essa espuma amarela. A cor amarela vem da bílis, um líquido digestivo que é produzido no fígado, armazenado na vesícula biliar e, em seguida liberado no intestino delgado logo abaixo do estômago.

O que fazer


Reduzir o tempo entre as refeições pode ajudar. Mas não se deve aumentar a quantia diária de ração. Se comemos ração 3 vezes ao dia, dividir a mesma quantia de ração em 4 ou 5 vezes ajuda. Por exemplo: se seu cachorro come 50g de ração 3 vezes ao dia, dividir essas 150g em 6 refeições de 25g cada pode ajudar, assim comemos a mesma quantia mas nunca ficamos com o estômago vazio.

Preocupações maiores


Consultar o veterinário é sempre bom para se ter certeza de que não é algo mais preocupante. O vômito frequente pode indicar o início de uma doença mais grave!

Gestão e Prevenção


Abaixo estão algumas sugestões que, se seguidos, ajudam a gerenciar a condição do seu cão e, com o tempo,a evitar ou diminuir a frequência de tais casos.


  • Em vez de alimentar uma ou duas grandes refeições por dia, divida comida diária do seu animal de estimação em três ou quatro refeições menores. Um lanche, no final da tarde e / ou no início da manhã provavelmente irá resolver o problema de como isso irá manter o estômago cheio e evitar o acúmulo de bile e sucos gástricos.


  • Evite alimentar seu cão de estimação com alimentos secos como croquete desidratado absorve fluidos e se expande uma vez que atinge o estômago. Se o cão continua comendo a sua capacidade plena, tal alimento irá manter de absorção de água do trato digestivo e continuar a expandir, mesmo depois que o cão tenha acabado de comer. Isto pode conduzir a inchaço, bem como a produção excessiva de sucos gástricos, além das paredes do estômago irritantes já afectadas. Em vez disso, vá  para ração de hidratado como alimento úmido que não irá mostrar qualquer mudança em sua quantidade depois de ser comido e qualquer quantidade atinge o estômago do seu animal de estimação é qualquer quantidade que você alimentou-o em primeiro lugar.

  • Se o seu animal de estimação é alérgico a algum alimento, evite dar a ele o alimento que como ele pode causar algumas reações alérgicas no estômago, o que pode eventualmente levar a vomitar ou  aos vômitos em cães.

  • Desencoraje a actividade excessiva após uma refeição, para que o corpo do cão consiga descansar para se concentrar em apenas numa coisa – na digestão e absorção de nutrição. Atividades como correr, jogar ou saltar depois de ter refeição aumentam a possibilidade de vómitos e indigestão.

  • Fazer as refeições é um assunto de calma e paz. Ao alimentar o cachorro, coloque o alimento em um lugar calmo e relaxante, onde o cão pode desfrutar de sua refeição tranquilo.Vc. pode ficar perto de seu cão enquanto ele está a comer e falar com ele em uma voz suave, ou se envolver em suave petting ocasionalmente.
  

Fonte do Texto: Top artigos