Shih Tzu * Tudo sobre shih tzu
Artigos Recentes

A Comida Ideal para o seu Shih tzu - não e Ração Veja agora!

Você consegue imaginar sua família sentada à mesa para jantar e ter exatamente a mesma comida que no almoço? Sim, isso não é problema para grande parte das famílias.

Agora, se essa comida é mesma de ontem, que é a mesma de antes de ontem e que é a mesma de anos de sua vida, seria no mínimo enjoativo, né? Que tal mudar isso e experimentar a “ALIMENTAÇÃO NATURAL PARA SEU SHIH TZU“?

Para esse exercício de imaginação peço que esqueça a macarronada da mama ou aquela receita top que você aprendeu no MasterChef.

Você tem que imaginar uma bolinha marrom, com cheiro forte, sem sabor e com um monte de aditivos químicos e transgênicos. Então, você se imaginaria comendo ração industrializadas todos os dias?

Outro ponto bastante duvidoso das rações industrializadas são seus ingredientes.


Uma curiosidade: Você sabia que existe uma lógica por trás da lista de ingredientes de um produto? De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) todos os ingredientes devem constar em ordem decrescente, da respectiva proporção.

Isso significa que o primeiro item na lista é o que possui maior quantidade e o último é o de menor quantidade.

Para ilustrar, abaixo temos o rótulo de uma ração industrializada onde os dois primeiros ingredientes são farinhas e subprodutos que nada mais são do que produtos sem valor ao frigorífico e são destinados à indústria de ração.

Por exemplo, subprodutos de frango são as penas e a carcaça do animal. Sem contar o milho (que é associado à alergia em cães), os aditivos químicos e os transgênicos (repare nos ingredientes Agrobacterium tumefaciens, Bacillus thuringiensis etc.)

Caro leitor, você consegue imaginar sua família comendo isso todos os dias e por vários anos?


Mas quero deixar claro que não é uma posição extremista e entendo que a ração industrializada tem seus benefícios, como por exemplo, a praticidade e a longa validade.

E mais, se você acha que dar alimentação natural para seu SHIH TZU é dar o resto da comida do seu prato, volte imediatamente a dar ração industrializada para ele.

O QUE É UMA Alimentacao Natural


A Alimentação Natural (A.N.) é muito diferente do que resto de comida e é, na verdade, uma dieta balanceada, feita a base de ingredientes frescos, naturais e com os complementos necessários para a saúde de um cão.

Esse tipo de dieta vem ganhado cada vez mais adeptos no Brasil, mas na Europa e América do Norte é uma prática muito comum.

Nesses locais a quantidade de estudos sobre a A.N. é muito maior do que por aqui e existem grandes evidências dos benefícios desse tipo de alimentação. Por exemplo:

– Fortalecimento do sistema imunológico;

– Pelos mais saudáveis;

– Redução ou até mesmo fim das alergias;

– Aumento da hidratação;

– Aumento do apetite;

– Facilidade para controlar o peso.

A A.N. também possui aroma e paladar muito atraentes para os SHIH TZU e ele não cairá na rotina, pois sempre uma nova comidinha pode ser oferecida PARA ELE.


RECEITA ALIMENTAÇÃO NATURAL


Chef Bob
Leia Mais ››

Justiça proíbe o uso de nomes de gente em cachorros; multa pode chegar à 100 mil

Dona do cachorrinho Chiquinho chorou ao saber que terá que mudar o nome do cãozinho

Quem tiver um cachorro com nome de gente terá que mudar imediatamente, do contrário pagará uma multa alta.

A Justiça acatou um pedido formulado pela ANH (Associação de nomes humanos) e determinou que os cachorros não podem mais possuir nome de pessoas.


A medida vale também para apelidos no diminutivo. Por exemplo: Chiquinho, Carlinhos, Rubinho, etc.
Diante da situação que poderá fazer muitos cachorros perder seus nomes, o Congresso Nacional pretende discutir uma emenda para regulamentar os nomes caninos. A proposta é criar uma cartilha com nomes para cachorros e fornecer uma identidade para cada cãozinho.

Via:g17
Leia Mais ››

Polícia encontra 33 cães da raça shih tzu abandonados em apartamento

A polícia de Nova York se surpreendeu com o que encontrou após atender a um chamado na segunda-feira, em um prédio na East 13th St.

Após reclamações de uma vizinha, que dizia sentir um constante mau cheiro e ouvir latidos incessantes, as autoridades arrombaram a porta do imóvel e encontraram 33 cães da raça shih tzu em condições deploráveis.
Não se sabe quanto tempo os animais estiveram nessas condições, mas não há dúvidas que a situação do local e de cada um dos cães indicavam maus tratos.

No apartamento, uma grande quantidade de fezes e urina justificava o mau cheiro sentido pela vizinha Yvonne McWilliams, de 67 anos, que já dizia reclamar da situação há anos. Os animais também não tinham, no momento da batida policial, acesso a água e comida.

O apartamento é da propriedade de Ivan Paredes, de 57 anos, que foi detido por acusação de maus tratos. Após passar algum tempo na delegacia, foi liberado. De acordo com McWillians, seu vizinho herdou os cães depois que sua mãe morreu.

Ela imaginava que se tratavam, no entanto, de quatro ou cinco cachorros e jamais imaginaria que eram mais de 30. Ainda segundo a vizinha, Paredes colocava anúncios constantes de vendas de cães, mas, ao mesmo tempo, era muito agressivo quando qualquer condômino sugeria que seus animais incomodavam.

A Associação Americana para a Prevenção de Crueldade contra Animais (ASPCA, na sigla em inglês) tomou a guarda dos 33 shih tzus e garantiu que eles terão boas condições de sobrevivência a partir de agora.

— Nossa prioridade é garantir que cada cachorro tenha a comida, água e atenção médica que eles merecem. Essa situação lembra que todos os ciadadãos podem contribuir com a vida animal ao denunciar suspeitas de crueldade para a polícia — disse Howard Lawrence, vice-presidente da ASPCA.


Via: extra.globo.com
Leia Mais ››

Ataque de abelhas mata 15 cães da raça Yorshire e deixa 30 feridos em área nobre de Brasília

Quinze cachorros da raça Yorshire que estavam em um canil na QI 11 do Lago Sul, área nobre de Brasília, morreram após um ataque de abelhas.

Além deles, 30 cães ficaram feridos com as picadas dos insetos.


Segundo o Corpo de Bombeiros, o enxame ficava em uma casa vizinha à que os animais estavam. Os militares foram chamados por volta das 14h30 para atender a ocorrência, mas, ao chegarem no local, oito cães já estavam mortos. Outros sete morreram a caminho da clínica veterinária.

Os animais que sobreviveram ao ataque continuavam internados até a última atualização desta reportagem.

Segundo especialistas, um grande número de picadas de abelhas pode causar problemas em vários órgãos e, em pessoas ou animais alérgicos, pode fechar as vias respiratórias. Em casos de grandes ataques, com mais de 500 picadas, por exemplo, a quantidade de veneno pode ser compatível ao ataque de uma serpente.
Até as 20h, as abelhas ainda não tinha sido recolhidas. Os bombeiros informaram que a captura não foi possível porque, durante a tarde, os insetos estavam dispersos. Os militares disseram que fariam o procedimento à noite.

Os proprietários da residência e o responsável pelo canil foram orientados sobre procedimentos para prevenir novos ataques.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Shih Tzu cai do 9º andar de prédio e é salvo por vizinho; veja vídeo

A shitzu Mel ficou enroscada no parapeito após passar por vão na grade da sacada, a 30 metros do chão. Morador do edifício ao lado viu a cena e conseguiu amortecer a queda do bicho.

Uma cadela de um ano e meio foi salva após cair do 9º andar de um prédio no bairro Jardim Nova Aliança, Zona Sul de Ribeirão Preto (SP). O animal foi salvo pelo morador de um edifício vizinho, que correu para ajudar depois de avistá-lo em apuros da varanda do apartamento.
Shih Tzu cai do 9º andar de prédio e é salvo por vizinho; veja vídeo
Na quinta-feira (28), a cachorra Mel, da raça shitzu, atravessou um vão na sacada do apartamento, na Rua João Perone, e passou a andar no parapeito, a aproximadamente 30 metros do chão. A dona dela estava no trabalho no momento do acidente.

Zelador do prédio, Paulo Narciso estava no edifício quando o vizinho chegou desesperado na portaria, pedindo para que o deixasse entrar no prédio, porque um cão estava enroscado no parapeito da sacada.

“Eu fiquei meio sem entender na hora, liberei o portão e saí acompanhando o rapaz. Chegamos lá e constatamos que a cachorra estava enroscada na grade e que iria cair. Eu subi no prédio, mas a proprietária não estava em casa. Quando desci, a moça da limpeza disse que a cachorrinha tinha caído e que ele a tinha pegado.”



Imagens das câmeras de segurança mostram quando o homem acompanha do térreo a movimentação da cadela. Ele fica com os braços erguidos e esticados até que Mel despenca da varanda e cai em cima dele.

O corpo de João Augusto amortece a queda da cadela, que sai correndo, enquanto o rapaz fica no chão.
João Augusto amortece a queda da cadela Mel do 9º andar em Ribeirão Preto, SP (Foto: Reprodução/Câmeras de segurança)
“Ele ficou meio tonto com o peso da cachorrinha e caiu no chão. Ela saiu correndo feliz da vida, pois estava salva. Há sei anos que sou zelador e nunca tinha visto isso”, diz Narciso.
Cadela sai correndo, enquanto João Augusto fica no chão após salvá-la em Ribeirão Preto, SP (Foto: Reprodução/Câmeras de segurança)
João Augusto afirma que ouviu o latido insistente da cadela, o choro e percebeu que tinha algo errado. Quando olhou pela janela do apartamento de onde mora, viu a cachorrinha pendurada e diz que só pensou em tentar salvá-la.
Cachorrinha Mel foi salva após cair do 9º andar de prédio, em Ribeirão Preto, SP (Foto: Reprodução EPTV)
“Pedi uma toalha ou lençol para ajudar de alguma forma, mas não deu tempo. Em seguida, ela caiu do 9º andar. Eu sabia que não daria para segurá-la, mas tinha a consciência que eu poderia amortecer a queda”, diz.

O animal chegou a bater no peito, no braço e nas pernas do morador. Segundo o físico George Cardoso, Mel, que pesa cinco quilos, atingiu uma velocidade de aproximadamente 50 km/h, causando um impacto de 200 quilos sobre João Augusto. Apesar do susto, os dois não ficaram feridos.

“Fiquei alguns segundos no chão, mas foi de alívio. Eu acredito que eu estava no lugar certo e na hora certa. Fiz o que eu podia, o máximo para tentar ajudar. Foi uma ação em conjunto, com o pessoal da portaria, que agiu rápido, para ajudar a cachorra. Foi um final feliz”, afirma.

Após o acidente, a dona da Mel, que não quis se identificar, instalou redes de proteção na varanda do apartamento.


Via:G1
Leia Mais ››

Homem compra avião para salvar Cães e Gatos da eutanásia

O ex-soldado norte-americano Paul Steklenski comprou um avião para salvar cães e gatos da eutanásia. Ele já salvou mais de 700 bichinhos da morte decretada.

O ex-soldado norte-americano Paul Steklenski utiliza suas habilidades de piloto de avião para salvar cães e gatos da eutanásia. Ele já salvou mais de 700 bichinhos da morte decretada.
Essa nova missão começou depois que Paul, 45 anos, adotou a cadela Tessa, igualmente condenada à eutanásia. A ideia inicial era fazer os resgates por terra, dirigindo um carro, de acordo com informações do site Portal do Animal.

Mas, como esse desejo coincidiu com as aulas para pilotar avião, em 2013, apenas como um hobby, Paul, que é de Schwenksville, Pensilvânia, mudou seu plano. Assim que obteve a licença de piloto, ele decidiu fazer os resgates de avião.

Dois anos depois, em maio de 2015, Paul criou a Flyng Fur Animal Recue, uma organização dedicada a salvar animais da eutanásia.

Desde que começou essa nova missão, o ex-soldado regatou mais de 700 cães e gatos da eutanásia

Ele comprou um avião, por quase 56 mil euros (pouco mais de 260 mil reais, segundo a cotação do dia), que encheu de caixas transportadoras para os bichinhos.
“Quando o motor começa a trabalhar, eles adormecem ou ficam acordados olhando pela janela. Tenho a sensação de que eles sabem que coisas melhores estão por vir.”

Futuramente, Paul pensa em comprar um avião com capacidade maior para abrigar os cães e gatos condenados à eutanásia. Até hoje, Paul diz ter salvo 742 animais.

“Ver os cães nos canis partia meu coração. Era horrível pensar que havia tantos animais sofrendo eutanásia por estarem presos num determinado lugar”, afirmou Paul.
Cada viagem de resgate tem um custo que varia entre 1360 e 2060 reais, a depender da distância percorrida. Paul tira esse dinheiro do próprio bolso – uma média mensal de 34 mil reais. A Flyng Fur Animal Recue depende de doações para resgatar mais animais.
Paul tira um dia por mês para realizar as viagens. Depois que acolhe os cães e gatos, ele leva os animais para abrigos que não praticam a eutanásia. “É um trabalho extremamente emocional, mas muito recompensador”, diz ele.

Via: razoesparaacreditar
Leia Mais ››

Família faz velório para cadela com cortejo de 30 pessoas em MG

Uma família de Governador Valadares, a 320 km de Belo Horizonte, homenageou a cadelinha de estimação após sua morte. Seus donos promoveram um enterro no último domingo (10), com velório e cortejo com 30 pessoas.

De acordo com a dona, Renata Apolinário, a cachorrinha Jully tinha 16 anos e era muito querida entre os parentes.

Segundo Renata, o pai dela chegou em casa no último sábado (9) e viu a cadela caída dentro de casa, tentou reanimá-la sem sucesso e levou ao hospital de plantão da cidade. A veterinária prestou os socorros, mas Jully faleceu.

Neste momento, a clínica informou que poderia haver um enterro, mas entregariam a cachorrinha em uma sacola.

Renata disse que quando escutou aquilo, ficou sem reação.

— Eu só chorava.Vim pra casa e postei uma homenagem no meu Facebook pra ela. Aí apareceu a Fernanda, funcionária de uma funerária da cidade, e comentou prestando solidariedade e informando que eles ofereciam o serviço de "funeral pet".

O velório aconteceu no último domingo (10), de 14h às 16h. Cerca de 30 amigos comparecem ao local e fizeram um cortejo até um sítio na entrada da cidade, onde a cadela foi enterrada.

Segundo Renata, foi um momento importante poder prestar a última homenagem a Jully.

— Os amigos que quiseram ir seguiram com os carros atrás do carro da funerária e lá sepultamos. Nos despedimos e jogamos rosas sobre a urna dela e depois fecharam a sepultura.

Via * Estagiário do R7, com supervisão de Ana Gomes
Leia Mais ››

Companhia Aérea cria cabines especiais para cachorros

Agora viajar com seu shih tzu ficou bem mais possível se você vai pela American Airlines. Ao saber da importância da exigência que seus donos fazem, a empresa disponibilizou cabines especiais para pets, suavizando o impacto da missão.

São duas cabines por avião, somente na primeira classe. O benefício só está disponível para vôos específicos nas rotas Nova York (JFK) – Los Angeles (LAX) e JFK – São Francisco (SFO). Em cada espaço cabe uma caixa de transporte de no máximo 48 x 33 x 22 cm.

É uma pena que cães braquicefálico estejam proibidos pela companhia, por proteção a sua saúde.

Os nossos amados cãozinhos estão com uma preocupação cada vez mais clara da sociedade, mostrando uma missão de bem tratá-los.

Mudanças como esta da America Airlines e também do primeiro terminal do mundo destinado à animais no JFK, vem provando esse fato.



Tudo sobre Cachorros
Leia Mais ››